Falha na base de dados do INPS obriga segurados a pagarem o preço absoluto dos medicamentos

3/04/2013 00:35 - Modificado em 3/04/2013 00:35
| Comentários fechados em Falha na base de dados do INPS obriga segurados a pagarem o preço absoluto dos medicamentos

inps balcaoO INPS lançou um serviço Online disponível no portal “Porton di nos ilha” que permite às farmácias estarem ligadas à base de dados dos segurados. Mas o certo é que esse sistema que contém as informações sobre os utentes com direito à assistência médica e hospitalar está a ter falhas que criam constrangimentos às farmácias e aos segurados em São Vicente.

De acordo com alguns farmacêuticos contactados pela RCV, o sistema deixou de funcionar neste fim-de-semana, situação que impediu às farmácias de venderem medicamentos aos segurados e causou revolta nos utentes do INPS que não tinham dinheiro para adquirir os medicamentos pelo preço absoluto.

Segundo a direcção técnica da Farmácia Avenida, o problema surgiu desde a introdução do novo sistema de consulta dos segurados do INPS. Zelu Brito afirma que foi “a partir do momento que o INPS impôs que deveria ser consultado apenas no sistema Online do “Porton di nos ilha”. A partir desse momento, a consulta passou a ser feita apenas naquele site que apresenta constantemente problemas de funcionamento”.

No domingo, a Farmácia Avenida estava de serviço e, por causa das dificuldades de acesso ao sistema, a farmácia não conseguiu atender a nenhuma receita. O farmacêutico sublinha que a situação complicou-se porque houve utentes que não tinham dinheiro para pagar a totalidade do medicamento.

 

Constrangimentos

 

Zelu Brito sublinha que “houve casos mais complicados, como o de um indivíduo que tinha um problema de saúde, mas não tinha o valor para pagar. E a única solução seria fazer-lhe uma venda suspensa para depois reembolsá-lo. Mas ele não tinha o valor absoluto e ficou sem fazer o tratamento e era um caso delicado”.

Por seu lado, Aleida Gomes, da Farmácia Jovem partilha das declarações do farmacêutico da Farmácia Avenida e acrescenta que há dias em que a sistema não funciona, pelo que não conseguem fazer a consulta dos dados dos utentes do INPS.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.