Governo atribui incentivos à comunicação social

10/03/2020 00:16 - Modificado em 10/03/2020 00:16

No cumprimento do decreto-lei nº 55/2017, que estabelece o regime de incentivos do Estado à Comunicação Social, o Governo atribuiu o montante de doze milhões, quatrocentos e trinta e sete mil, duzentos e sessenta e nove escudos cabo-verdianos (12.437.269$00CVE) aos órgãos de comunicação social impresso e digital.

Ainda para o ano de 2020, atribuiu o montante de dois milhões de escudos a assinaturas de contrato programa com associações proprietárias de rádios comunitárias para apoiar despesas de funcionamento.

O ministro da tutela no despacho conjunto com o ministro das Finanças, declarou que a Direção Geral da Comunicação Social recebeu 10 candidaturas de órgãos nacionais impressos e digital, sendo o Expresso das Ilhas (impresso e digital), A Nação (impresso e digital), Terra Nova apenas impresso, Alfa Comunicações (impresso), Revista Leitura (impresso), e Santiago Magazine, Mindel Insite e Notícias do Norte, apenas digitais.

Aos órgãos de comunicação social que editam em suporte de papel para o ano económico 2019 atribuiu-se o incentivo no montante global de 9.566.848$00 (nove milhões quinhentos e sessenta e seis mil, oitocentos e quarenta e oito escudos).

Expresso das Ilhas com pouco mais de cinco milhões, A Nação dois milhões, o jornal Terra Nova quatrocentos e quinze mil, Alfa Comunicações novecentos e quarenta e cinco e Revista Leitura duzentos e dezoito.

Aos órgãos de comunicação social que editam em suporte digital, o incentivo no montante global é de 2.870.421$00 (dois milhões, oitocentos e setenta mil e quatrocentos e vinte escudos).

Expresso das Ilhas online 675.105$00, A Nação Online 1.093.128$00, Notícias do Norte, 423.826$00, Mindel Insite 299.040$00 e Santiago Magazine 375.322$00.

Recorde-se que no novo regime de incentivo à comunicação social, aprovado em Conselho de Ministros a 14 de setembro de 2017, introduziu-se o incentivo, também, aos órgãos de comunicação social on-line e o meio digital. Uma medida que vem responder à demanda desse novo canal de comunicação que vinha ficando de fora do incentivo do Estado.

“Com a atribuição dos incentivos aos órgãos de comunicação social o Governo estabelece de forma clara um novo paradigma e uma nova visão com vista a desenvolver a comunicação social”, afirma o governo.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.