Emigrantes cabo-verdianos estão a enviar para o país cada vez mais dinheiro

3/03/2020 15:09 - Modificado em 3/03/2020 15:09

De acordo com um boletim estatístico do Banco de Cabo Verde, segundo dados oficiais consultados pela Lusa, o país recebeu, de janeiro a novembro de 2019, 17.434 milhões de escudos.

Sendo que 4.710 milhões de escudos em remessas enviadas pelos emigrantes cabo-verdianos em Portugal. Estima-se que mais de 100.000 cabo-verdianos residam actualmente em Portugal, a segunda maior comunidade na diáspora, logo depois dos 250.000 emigrantes de Cabo Verde nos Estados Unidos.

Os emigrantes cabo-verdianos nos Estados Unidos enviaram para Cabo Verde, até novembro, remessas no valor de 3.599 milhões de escudos, valor abaixo do enviado pelos emigrantes em França, neste caso com 4.317 milhões de escudos.

Em todo o ano de 2018, as remessas cabo-verdianas ultrapassaram os 19.195 milhões de escudos, uma subida de 6 por cento (%) face a 2017, com Portugal a liderar, representando cerca de 30% do total, equivalente a 5.675 milhões de escudos.

Ao ritmo mensal verificado no último ano, as remessas dos emigrantes cabo-verdianos deverão atingir em 2019 um novo máximo.Cabo Verde conta com cerca de 500.000 habitantes no arquipélago e mais de um milhão na Europa e Estados Unidos da América, estando o sistema financeiro dependente das remessas desses emigrantes.

  1. Julio Goto

    … somos bem patos.Custo por Quilometros nos voos aereos o mais alto do mundo,no regresso de ferias somos cidadaos de segunda ,maltratados pelo Governo de Cabo Verde e o sistema tributaria das Alfandegas de Cabo Verde ,os nossos filhos sao roubados pelo servico de fronteiras .

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.