Mindelenses asseguram que novo modelo de entrega dos prémios é desgastante

27/02/2020 00:31 - Modificado em 27/02/2020 00:31

A Liga Independente dos Grupos Oficiais do Carnaval de São Vicente (LIGOC-SV), estreou um novo modelo de pontuações para os premiados e vencedor do carnaval mindelense 2020. Um modelo que segundo os mindelenses, pela lentidão com que é efetuado o critério de apuramento dos vencedores é desgastante para o público.

Um certame que costumava durar cerca de 30/40 minutos anteriormente, passou a durar mais de duas horas. Um cenário que segundo alguns mindelenses abordados pelo NN, é “extremamente desgastante e desmotivante” para o público que quer saber apenas os vencedores do carnaval.

No entanto, alguns defendem que é importante saber os moldes das pontuações para cada categoria, mas que da forma como é feita não beneficia o espectáculo que se pretende com a entrega dos prémios.

“Isto está a tornar-se um bastante maçador. Antes sabíamos em poucos minutos todos os vencedores. Hoje temos que esperar cerca de duas horas para saber os nomes dos mesmos. Com um sol abrasador que se faz sentir, não era necessário toda esta lenga-lenga. A Liga terá que rever os moldes para o futuro. Desta forma é muito desgastante para quem esteve durante toda a tarde de terça-feira em pé e na entrega estar novamente este tempo todo de pé. Assim não dá” ressalva Carla Lopes.

Já Lúcia Sousa, garante que apesar de a LIGOC estar a querer mostrar a clareza nos resultados, para o público seria melhor apenas saber os vencedores como acontecia anteriormente. “Justo ou injusto só queremos saber os vencedores. Estão a ser efetuadas muitas mudanças no nosso carnaval que a meu ver não abona em nada a favor dele” reitera.

Instada a responder se seria melhor atribuir as premiações e depois publicar todos os critérios de pontuações e as pontuações de cada elemento do júri na página da LIGOC, esta não tem dúvidas que seria melhor, pois afirma que estar todo o dia de terça-feira em pé e ter que ficar mais uma tarde de pé, é um grande sacrifício, mesmo para quem gosta do carnaval.

No meio do público que estava visivelmente cansado de tanta espera, encontramos João Nascimento, que estava com os nervos à flor da pele. Este mindelense questiona se é para quem quer dar outro brilho ao carnaval da ilha, este não é o caminho a ser seguido. Isto apesar de referir que este ano o desfile de carnaval ultrapassou todas as expetativas. “Saímos de casa para saber quem eram os vencedores, mas desta forma é desolador e perdi completamente o entusiasmo que tinha quando saí de casa. O povo só quer saber quem são os vencedores” enfatiza.

Porém, Carlos Dias, defende que a LIGOC tem razão em mostrar as pontuações ao público, devido aos problemas registados em anos anteriores. No entanto garante que é enfadonho e sem emoção a forma lenta como decorre todo o processo. “Se quiserem fazer a apresentação desta forma terão que arranjar outros sistemas” frisa.

  1. Joaquim ALMEIDA

    Antes de mais ….OS MEUS PARABENS !.. Devo dizer que a meu ver , o carnaval deste ano ultrapassou as espectativas . O Carnaval de Sâo Vicente chegou a um patamar invejàvel !..A organizaçâo também merece aplàusos porque nâo é nada fàcil esta responsabilidade !… Porém devo dizer que o que està mal é …ESSA IDEIA DE PREMIAR O MELHOR GRUPO !.. CARNAVAL SENDO UMA FESTA TRADICIONAL QUE PERTENSE AO POVO …. NÄO DEVE HAVER PREMIOS PORQUE NAO SE TRATA DE UM CONCURSO !….. O publico é que se destingue e de forma virtual este ao aquele grupo !.. Se continuarmos com este sistema haverà sempre problema e contardiçoes !..Caboverdianamente ;Um Criol na Frânça ; Morgadinho !..

  2. Fernando Assis

    Todos criticam o mnovo modelo e quase ninguém deixa uma sugestão.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.