Desfile Carnaval 2020: Mais uma vez ganha a ilha de São Vicente

26/02/2020 04:31 - Modificado em 26/02/2020 04:31
Estrelas do Mar

Mais uma vez ganha São Vicente com um espectáculo de cores, emoções e muita folia que os seus grupos de carnaval proporcionaram a todos assistiram aos seus desfiles no ‘Sambódromo do Mindelo’.

Mais uma vez, ganha o povo que teve a oportunidade de assistir, nas arquibancadas montadas durante o trajecto, das pessoas que estiveram todo o dia a espera em pé ou sentados em bancos, ou aqueles que de uma varanda ou terraço no trajeto assistiram de camarote a entrada e passagem dos cinco grupos que este ano levaram para as ruas uma mistura de cores, brilho, emoções, num desfile simplesmente sublime.

Flores do Mindelo – Surpreendeu

Abriu o Carnaval de São Vicente na tarde de terça-feira, onde a expectativa sobre o grupo era enorme, devido ao desfile pouco brilhante que têm apresentado ao longo dos últimos anos em que têm conseguido nada mais que o último lugar.

O grupo da “Dona Ana” conseguiu surpreender a população com um desfile bem apresentado, com uma mistura de cores, com uma comissão de frente a apresentar o casal mestre-sala e porta-bandeira, que não deixaram ninguém indiferente com a sua actuação, seguido por alas bem compostas e com uma bateria, que apesar de maioritariamente de adolescentes e com uma Rainha de bateria deslumbrante na liderança dos ritmistas.

Cruzeiros do Norte – Manteve a fasquia

O campeão em título do Carnaval de São Vicente que voltou a apostar em João Branco e companhia na comissão da frente, entrou no ‘Sambódromo’, como quem diz, cheguei para revalidar o título de campeão, num desfile que bem pode ser para um campeão do Carnaval de São Vicente.

Com três carros alegóricos e um desfile a fazer jus ao tema, os campeões de carnaval de São Vicente deram um bom espectáculo de folia, com muito brilho e cor nas suas diferentes alas.

Monte Sossego – Atacar com tudo

Deslumbrante foi assim que se classificou o grupo carnavalesco Monte Sossego à entrada na Rua de Lisboa e que suscitou imensos aplausos. Os índios chegaram, chegando com contos, lendas e mitos do nosso folclore, apresentado nos andores e em todas as alas com um desfile cativante.

Com muito mais foliões que qualquer outro grupo foi o que mais demorou a fazer a volta. Com três carros alegóricos e com diversas alas, com muito brilho e cor, o grupo é apontado como um dos favoritos à vitória.

Vindos do Oriente – À conquista

Irreverente e magnífico foi a entrada do Vindos do Oriente no ‘Sambódromo do Mindelo’, após a ausência no ano passado.

O grupo da “Dona Lili”, a mostrar que não vinha para brincadeiras, trouxe para as ruas da Morada, um desfile grandioso, com uma mistura de cores, uma “sofisticação” simplesmente espectacular que cativar a atenção de todos os presentes.

O campeão do carnaval de 2017 e 2018, com o tema “Em busca da Pedra Filosofal”, com também três carros alegóricos e muito brilho e cor, aliás como se pode notar é o ingrediente a não faltou no Carnaval de São Vicente que de ano para ano tem conquistado cada vez mais adeptos, tanto a nível nacional como internacional.

Estrela do Mar – À procura do seu momento

Neste segundo ano, após regresso, o grupo Estrela do Mar que teve um atraso de pouco mais de uma hora, entrou no ‘Sambódromo’ iniciando o seu desfile por volta das 19:30 e este ano veio com os olhos postos na conquista do título. O grupo trouxe para as ruas da cidade o enredo “Estrelas de nôs mar, tartaruga marinha”, entrou com tudo, mostrando que apesar do contratempo, culpa de terceiros, conseguiu realizar um grande desfile, para um público incansável que esteve até ao fim a assistir à passagem de todos os grupos para no final fazerem as suas apostas em quem é o vencedor que é conhecido esta quarta-feira à tarde.

Por agora fica o cansaço visível no rosto de cada um dos actores que protagonizaram esta cena e embora prevaleça outra emoção, é a alegria, satisfação, bem estar e sentimento de dever cumprido, por mais uma vez terem vivido o carnaval da forma que mais gostam.

Devido ao equilíbrio patente durante o desfile é caso para dizer, plagiando um comentador desportivo: Prognósticos só no fim. Ou seja, amanhã à tarde.

Elvis Carvalho

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.