Técnicos que chegaram da China estão em quarentena voluntária mas a trabalhar

20/02/2020 01:14 - Modificado em 20/02/2020 01:14
Foto: Inforpress

Sem ainda terem completado os 14 dias de quarentena voluntária, os técnicos chineses que chegaram em São Vicente já estão a trabalhar na montagem do projecto Mindel Floating Music Hub, da África Development Solutions, juntamente com trabalhadores cabo-verdianos.

De acordo com o delegado de Saúde de São Vicente, Elísio Silva, aos técnicos foi indicado a “quarentena voluntária” pelo que, “se foram trabalhar é culpa da empresa que os trouxe”.

Segundo Elísio Silva, a “empresa alegou que vieram para um período de 15 dias e que eles iam fazer uma montagem sozinhos”, sem a presença de outras pessoas.

“Eles não têm ordem de trabalhar, têm ordem de fazer a quarentena”, explicou o responsável à Inforpress, assegurando que os dois técnicos estão a ser seguidos pela Delegacia de Saúde de São Vicente, que diariamente os visita no apartamento onde se encontram para medir a temperatura e outros procedimentos.

Conforme a Delegacia de Saúde, desde que chegaram foram recebidos no aeroporto e avaliados pelas autoridades sanitárias que cumpriram todas as normas de prevenção emanadas pelo ministério da Saúde.

  1. LEPPO

    A Empresa que os deixou trabalhar deveria ser multada por não cumprir as normas de segurança relativamente a saúde pública. Se por acaso estiverem contaminados com o vírus quem vai se responsabilizar pelos custos que o MS terá com a população. Já imaginaram? Realmente estamos num país onde ninguém obedece, ninguém cumpre e ninguém é punido. Fica o dito pelo não dito.

  2. Jay

    Hospedados na Delagacia

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.