China pede a alunos e professores estrangeiros que regressem a casa

14/02/2020 00:48 - Modificado em 14/02/2020 00:48

Numa altura de indecisão face a propagação do Covid- 19 por toda a China, milhares de professores e estudantes nesse país estão a ser aconselhados pelas respectivas Universidades a voltarem aos seus países de origem.

Conforme a Agência Lusa, vários estudantes e professores contactados pela agência noticiosa dizem terem sido aconselhados a regressarem a casa por período indefinido. “Por favor regresse a casa e pode voltar assim que a guerra contra o surto acabar” lê-se numa das mensagens a que a mesma fonte teve acesso.

A decisão das universidades pode afetar uma aposta estratégica de Pequim, que tem, nos últimos anos, procurado atrair estudantes de todo o mundo, para dar corpo à sua ambição em ampliar a sua influência a nível global.

O país asiático é já o terceiro maior destino de estudantes estrangeiros, superado apenas pelos Estados Unidos e Reino Unido. O país asiático tinha como meta receber meio milhão de estudantes oriundos de diferentes partes do mundo ainda este ano.

O número total de mortes pelo surto, inicialmente detetado em dezembro passado, fixou-se hoje em 1.367, enquanto o número de casos confirmados ascendeu a 59.804, em toda a China continental.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.