Vírus “é emergência na China, mas uma ameaça séria para o resto do Mundo”

11/02/2020 16:29 - Modificado em 11/02/2020 16:29
| Comentários fechados em Vírus “é emergência na China, mas uma ameaça séria para o resto do Mundo”

Organização Mundial de Saúde (OMS) juntou cientistas, investigadores e peritos de saúde pública numa reunião em Genebra, na Suíça, para debater o novo coronavírus, com “solidariedade política, financeira e científica” na agenda.

“É difícil de acreditar que há apenas dois meses, o novo coronavírus – que acabou por monopolizar a atenção dos media, dos mercados financeiros e dos líderes políticos – era completamente desconhecido”, começou por afirmar o diretor da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, numa declaração publicada no Twitter, esta terça-feira.

O responsável faz estas declarações à margem de uma reunião convocada pela OMS em Genebra, na Suíça, com cientistas, investigadores e peritos de saúde pública para debater formas de controlar e lidar com o surto do novo coronavírus detetado na China, cuja nova designação é Covid-19.

Tedros Adhanom Ghebreyesus sublinhou que ainda “não existe uma vacina para prevenir infeção ou um tratamento eficaz para a tratar”, sendo por isso necessário “o conhecimento, a visão e experiência coletiva para responder às perguntas para as quais ainda não há resposta”.

“Espero que um dos frutos desta reunião seja a aprovação de um itinerário de investigação com o qual todos alinhem”, disse o responsável, acrescentando que “publicações, patentes e lucros não é o que mais importa agora”. “O que mais importa agora é parar o surto do vírus 2019-nCoV e salvar vidas”, completou.

Sublinhe-se que, nesta reunião, que decorre até quarta-feira, os participantes vão discutir vários temas, como a identificação da fonte do vírus ou a partilha de amostras biológicas e sequências genéticas.

Por Notícias ao Minuto

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.