Coronavírus: PP considera que deveria existir uma decisão de impedir provisoriamente a entrada de pessoas provenientes de China

3/02/2020 00:40 - Modificado em 3/02/2020 00:40
| Comentários fechados em Coronavírus: PP considera que deveria existir uma decisão de impedir provisoriamente a entrada de pessoas provenientes de China
Foto: Inforpress

O Secretário-geral do Partido Popular, Juvenal Lopes Furtado, que acusa o primeiro-ministro de “irresponsabilidade” por garantir que o HAN está preparado para receber estudantes que chegam da China, face à propagação do Coronavírus, que já matou 304 e infectou 14.000 pessoas naquele país.

Para o secretário-geral, o PM, deve explicar, se tem uma zona de quarentena, e também, de forma provisória, garantir tomar a decisão de impedir a entrada e saída de pessoas provenientes de China.

Juvenal Lopes Furtado disse que neste momento alguns estudantes cabo-verdianos que estavam na China já se encontram no país, mas não sabem se foram tomadas medidas adequadas e se existe um centro de quarentena.

A acusação foi feita, no final da habitual reunião quinzenal do partido, onde estiveram sobre a mesa temas relacionados com a lei que define e estabelece os crimes de responsabilidade dos titulares de cargos políticos, mudanças climáticas e à propagação do coronavírus.

Para Juvenal Furtado, a resposta do primeiro-ministro é de “grande irresponsabilidade”, uma vez que todos os cabo-verdianos sabem realmente que o Hospital Agostinho Neto, na cidade da Praia, não tem condições para lidar com este tipo de situação.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.