Cruzeiros do Norte ensaia para o desfile de 25 de fevereiro com olhos na “dobradinha”

31/01/2020 00:30 - Modificado em 31/01/2020 00:30
| Comentários fechados em Cruzeiros do Norte ensaia para o desfile de 25 de fevereiro com olhos na “dobradinha”

O grupo Carnavalesco Cruzeiros do Norte, vencedor do Carnaval 2019, e que leva este ano ao “sambódromo” da Rua de Lisboa o enredo “Tudo a Dois” já está em plenos ensaios a preparar-se para o grande dia, focado na reconquista, mas o lado financeiro tem-se mostrado como um grande entrave para o grupo sediado em Cruz João Évora.

O ponto da situação é feito pelo presidente do grupo, Jailson Juff, frisando que “infelizmente” continua-se a fazer um Carnaval com “grande sofrimento” aqui em São Vicente. Isto quando a expectativa era melhorar devido ao produto turístico que se tornou o carnaval mindelense. “Pelo nível que o nosso carnaval está neste momento, exige-se que os preparativos se iniciem com uns 4 meses de antecedência. O nosso carnaval está a trazer riquezas para a nossa terra, então temos que investir mais” enaltece.

Com o foco em fintar e contornar a desigualdade orçamental face a outros grupos, o Cruzeiros apresenta um “desfile feito único e exclusivamente com base na arte”, com recurso a três carros alegóricos e 1000 figurantes, ainda duas rainhas e um rei.

“Todos os anos vamos para a Rua de Lisboa com o intuito de vencer o carnaval. Mas nós não podemos dizer com certeza, devido aos nossos problemas financeiros” realça o presidente deste grupo que já vai com cerca de duas semanas de ensaios no Polivalente de Cruz João Évora.

Jailson Djuff que já leva 11 anos à frente deste grupo, fundado em 1984, que já conquistou o primeiro lugar por três vezes consecutivas no Carnaval de São Vicente a que se soma a vitória na edição de 2019, procura oferecer à população de Cruz João Évora mais um título de campeão do carnaval.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.