Adeptos nacionais ansiosos para conhecerem o novo selecionador nacional um mês depois da saída de Rui Águas

23/01/2020 16:17 - Modificado em 23/01/2020 16:17
| Comentários fechados em Adeptos nacionais ansiosos para conhecerem o novo selecionador nacional um mês depois da saída de Rui Águas

Depois da seleção nacional de futebol ter ficado a conhecer o nome dos adversários com que irá medir forças rumo à qualificação para o Mundial do Qatar-2022, completou esta quarta-feira, um mês após a saída de Rui Águas do comando técnico da seleção. Nisto os adeptos nacionais dizem-se ansiosos para saberem o nome do próximo selecionador nacional e pedem celeridade a FCF.

O presidente da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), Mário Semedo, assumiu em dezembro que a seleção teria novo rosto no comando técnico, na primeira quinzena de janeiro, mas nesta fase ainda não foi revelado o nome do futuro selecionador nacional, para grande ansiedade dos adeptos.

O certo é que até então, a imprensa portuguesa, em finais de dezembro avançou com os nomes de dois possíveis técnicos para a nossa seleção (Sandro Mendes e Francisco Barão), mas de lá para cá nada mais foi avançado.

Com o próximo jogo oficial da nossa seleção agendado para Março e a contar para a qualificação do CAN 2021, jogo esse frente ao Ruanda, os adeptos estão inquietos e querem saber quem será o sucessor de Rui Águas.

“Já conhecemos os nossos adversários para este ano, mas ainda nem sinal de treinador. Acho que a Federação deveria acelerar este dossier. Há dificuldades como todos sabem, e não vamos conseguir um treinador de muito grande nível, então seria melhor encontrar uma solução aqui dentro” sustenta Ricardo Silva.

Na mesma toada Jorge Monteiro, pede celeridade para a FCF em encontrar ou se já houver a confirmação do novo técnico que o torne oficial. Para este mindelense e apoiante da seleção, o nome já deveria estar no conhecimento de todos pois o dito é que seria divulgado na primeira quinzena de janeiro. “Já há adversários e ainda não há selecionador. A direção da Federação tem que acelerar este processo” vinca.

Já Maria Livramento, assegura não ver motivos para toda esta demora em divulgar o nome do próximo treinador nacional, visto que os jogos já estão à porta e precisam de ser bem preparados. “Sou apoiante incondicional da nossa seleção e por isso quero que tudo corra bem, mas a Federação tem que tomar medidas rápidas. Vejo aqui dentro bons nomes para selecionador e que podem nos levar para grandes voos” enaltece.

De frisar que recentemente alguns adeptos nacionais apontaram os nomes de Rui Alberto Leite (CS Mindelense), Humberto Bettencourt (Académica da Praia) e Lito Aguiar (Travadores da Praia), como alternativas viáveis para assumir o comando da nossa seleção nesta maratona de jogos qualificativos que já estão no horizonte.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.