Fernando Elísio Freire: “Neste momento São Vicente é uma ilha com confiança e que está a recuperar a dinâmica da sua economia”

23/01/2020 15:14 - Modificado em 23/01/2020 15:14
| Comentários fechados em Fernando Elísio Freire: “Neste momento São Vicente é uma ilha com confiança e que está a recuperar a dinâmica da sua economia”
Foto: Inforpress

O ministro de Estado, dos Assuntos Parlamentares e Presidência do Conselho de Ministros, Fernando Elísio Freire, garantiu durante o ato oficial das celebrações de mais um aniversário do Município de São Vicente, que Mindelo é a imagem da abertura de Cabo Verde ao mundo, e o ponto de cruzamento de todas as ilhas do arquipélago.

Fernando Elísio Freire, que presidiu a sessão solene que decorreu na Câmara Municipal, assegurou que Mindelo é o símbolo do Cabo Verde global e integrado no mundo. Nisso afirmou que é o momento de o Governo reafirmar o compromisso com São Vicente. “Um compromisso em que o município é encarado como espaço de economia, com funções de desenvolvimento económicas e sociais próprio, com capacidade de decisão e recursos financeiros próprios” ressalvou.

Para o ministro, o objetivo do Governo passa por fazer o desenvolvimento sustentável chegar a todas as ilhas, no sentido de dinamizar as suas economias e diminuir as assimetrias em todas as regiões. Nesta senda garantiu que o Governo está a “investir fortemente no reforço da descentralização, na requalificação urbana e ambiental, para transformar as cidades em localidades atrativas para viver, investir e visitar”.

Neste ano de 2020, segundo Freire, o Governo irá aprovar um novo estatuto dos Municípios, com particular ênfase na transferência de competências nas áreas do turismo, da agricultura, do ambiente e da pesca artesanal.

A regionalização é por isso vista como a solução e neste especto assegurou que o Governo reafirma o seu compromisso com a regionalização, enquanto reforma do Estado que favorece o desenvolvimento, pois aproxima o poder dos serviços, para servir as pessoas e as empresas, valorizando o potencial económico das ilhas e assunção em matérias de resposta sociais, para a consolidação da democracia. “Nós não desistimos da regionalização” acrescentou.

“Neste momento São Vicente é uma ilha com confiança e que está a recuperar a dinâmica da sua economia. Uma ilha que cresce com base no investimento dos seus empresários e na atração do investimento externo. Há um ambiente de confiança. O melhor ambiente de negócios e com melhores condições de financiamento de micro, pequenas e médias empresas. O Startup jovem tem permitido a dinâmica de investimentos” frisou.

O ministro não tem dúvidas em enaltecer que nos próximos tempos, São Vicente irá conhecer um “crescimento económico muito acelerado”, estimulado pelo investimento privado, ancorado no turismo, na economia marítima e nas indústrias criativas.

Na base das suas convicções Freire apontou os “fortes investimentos” que hoje são sentidas na ilha como o Hotel Uril Mindelo, Golden Tulip, ApartHotel Clínica Saúde, Hotel Cruzeiro, Sheraton Hotel, entre outros, que estão em agenda.

“Nunca São Vicente teve tanto investimento privado concentrado num curto espaço de tempo. São investimentos que irão dar um forte impulso ao turismo na ilha, dotando-lhe de dimensão e qualidade. Investimentos que criam emprego, mercado para mais transportes aéreos, mais serviço de restauração, comércio e indústrias criativas”.

Por fim, o ministro que também detém a pasta do Desporto, regozijou-se com o facto de em 2021 a ilha vir a receber a maior regata do mundo, o Ocean Race. “Estamos de facto a mudar São Vicente. O mesmo empenho está sendo colocado no posicionamento de São Vicente como uma plataforma industrial, através da promoção e dinamização dos centros internacionais de negócios” concluiu.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.