Manifestação em Mindelo marcada por grande adesão de trabalhadores

13/01/2020 17:09 - Modificado em 13/01/2020 17:09

Os trabalhadores de São Vicente responderam em massa ao apelo dos sindicatos filiados na UNTC-CS para a manifestação convocada hoje, denunciando situações de precariedade no trabalho e despedimentos ilegais e abusivos.

Mesmo com o atraso em cerca de uma hora, os trabalhadores marcaram presença em grande número, numa manifestação que percorreu as principais artérias da cidade do Mindelo. Reposição imediata do poder de compra, igualdade de oportunidades, direitos à saúde, trabalho digno, emprego, justiça social, reposição do poder de compra, mais e melhor segurança social, reforma dos 60 anos para a classe dos marítimos foram algumas das reivindicações dos trabalhadores.

De acordo com o porta-voz da organização, Tomás Aquino Delgado, estão satisfeitos com a grande adesão para esta jornada de luta que foi convocada por um conjunto de sindicatos, para reivindicar uma série de situações laborais “difíceis” por que passam os trabalhadores cabo-verdianos.

“Estamos satisfeitos com esta jornada, porque teve uma boa adesão de pessoas com entusiasmo. Já mandamos a nossa mensagem ao Governo, que tem conhecimento das nossas reivindicações e esperamos agora que dê atenção ao que os trabalhadores reafirmaram hoje” salienta Tomás Aquino, que aponta para cerca de 2.000 pessoas presentes na manifestação.

O mesmo garante que os sindicatos estão disponíveis para sentar à mesa com o Governo para negociar todas as reivindicações dos trabalhadores. No entanto, garante que querem colaborar para que Cabo Verde se desenvolva e os trabalhadores sintam-se “realizados e satisfeitos com as suas necessidades”.

Para o porta-voz sindical, a mensagem já foi enviada ao Governo e caso o executivo não dê uma resposta que satisfaça a classe trabalhadora, a luta vai continuar.  

  1. Antonio

    Reivindicações e manifestações só quando o MPD está no poder. Medrosos duma figa. A liberdade acontece efetivamente só nestes momentos. Patifies, oportunisstas.

  2. Antonio

    Reivindicações e manifestações só quando o MPD está no poder. Medrosos duma figa. A liberdade acontece efetivamente só nestes momentos. Patifies, oportunistas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.