UCID sugere ao Governo a deslocalização do Aeroporto Internacional Cesária Évora

8/01/2020 21:41 - Modificado em 8/01/2020 21:42
| Comentários fechados em UCID sugere ao Governo a deslocalização do Aeroporto Internacional Cesária Évora

O líder da UCID, António Monteiro, sugeriu esta quarta-feira, que o executivo pondere a mudança do Aeroporto Internacional Cesária Évora (AICE), de São Pedro, evitando assim que a bruma seca continue a ser motivo de paralisação de voos.

António Monteiro fez estas declarações durante a primeira sessão parlamentar de janeiro, no debate com o ministro do Turismo e Transportes e ministro da Economia Marítima, José Gonçalves, pedindo que sejam feitas melhorias técnicas nos aeroportos designadamente no de São Vicente.

Conforme o líder da terceira força política no país, neste momento é preciso saber se existem condições para os aviões aterrarem em segurança máxima e tecnicamente se é possível a instalação do ILS no AICE. “Mas se não querem instalá-lo então que pensem em mudar o Aeroporto Internacional Cesária Évora para outro local porque São Vicente na pode continuar a sofrer este flagelo todos os anos” reforçou Monteiro.

O ministro do Turismo e Transportes e ministro da Economia Marítima, José Gonçalves, em resposta garantiu que o Aeroporto de São Vicente está equipado para a realização de voos em segurança.

Nisto o mesmo referiu que a suspensão de voos para São Vicente não se deve tanto a bruma seca, mas a orografia do Aeroporto de São Pedro que com a visibilidade reduzida aumenta o perigo de insegurança dos voos.

“Com a instalação do GNSS melhorou dentro dos parâmetros possíveis, mas o problema que se coloca é que as condições meteorológicas no país é que não permitem a operação em segurança. Já se fizeram três estudos aprofundados sobre o ILS e o seu impacto em São Vicente, e a verdade é que é quase nulo em termos das condições mínimas exigidas de visibilidade” vincou o governante.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.