Érica Basílio, a jovem de 20 anos assassinada por resistir a violação na festa de réveillon

3/01/2020 13:26 - Modificado em 3/01/2020 13:26
| Comentários fechados em Érica Basílio, a jovem de 20 anos assassinada por resistir a violação na festa de réveillon

Caso ocorreu na Ilha do Mussulo, em Angola.

Foto: Direitos Reservados/ Facebook

Uma jovem de 20 anos foi morta durante uma festa de réveillon na madrugada desta quarta-feira, no bairro Cambaxi, Ilha do Mussulo, em Angola.

De acordo com fontes policiais, citadas pelo Jornal de Angola, o assassinato da estudante Érica Patricia Chambula Basílio terá acontecido quando a estudante foi à casa de banho na companhia de uma amiga.

No entanto, por falta de condições higiénicas, as duas jovens optaram por se deslocar a um recinto ao lado do edifício. Nesse momento, as jovens foram alegadamente intercetadas por cinco homens que tentaram violar as mulheres.

A amiga de Érica conseguiu fugir e pedir socorro a outros amigos que se encontravam na festa. Quando regressaram ao local onde tinha ficado Érica Basílio, a jovem já tinha sido golpeada no tórax com uma arma branca, depois de resistir à agressão sexual com o alegado arremesso de pedras.

A jovem estava esvaída em sangue. Ainda foi transportada para uma Unidade Hospitalar mas acabou por não resistir à gravidade dos ferimentos, acabando por morrer. O alerta para o crime ocorreu cerca das 04h00 da madrugada de quarta-feira.

Os cinco suspeitos, todos com idades entre os 23 e os 35 anos, encontram-se detidos. 

A jovem, Érica Basílio, vivia no Reino Unido e era estudante de engenharia, sendo uma das melhores na sua área de formação, de acordo com a mesma fonte. Estava em Angola para comemorar a quadra festiva junto dos familiares e amigos. O regresso ao Reino Unido estava previsto para esta quinta-feira, dia 02 de janeiro.

Por Correio da Manhã

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.