Presidente da ANESP considera extemporânea a greve e a manifestação dos agentes da segurança privada

26/12/2019 19:03 - Modificado em 26/12/2019 19:03
| Comentários fechados em Presidente da ANESP considera extemporânea a greve e a manifestação dos agentes da segurança privada
Foto: Cidade 91.1

O presidente da Associação Nacional da Empresas de Segurança Privada (ANESP) Francisco Nascimento, considera extemporânea a greve e a manifestação dos agentes da segurança privada, anunciadas pelo SIACSA e agendados para os dias 3 a 5 de Janeiro de 2020.

Em declarações para à Rádio Pública, o presidente da ANESP, pediu paciência e bom senso aos sindicatos no sentido de aguardarem que o governo publique a portaria com o Preço Indicativo de Referencia (PIR), que prevê melhorias significativas para o sector com a aplicação das medidas acordadas com o executivo.

Francisco Nascimento assegura que existem garantias dadas pelo Governo de que brevemente será publicada uma portaria fixando o Preço Indicativo de Referência (PIR), onde as empresas passarão a cobrar um preço justo na prestação dos seus serviços.

“Temos que confiar nas instituições e esta greve é extemporânea, tanto mais que as empresas visadas com a greve querem resolver o problema. Entendemos que a partir de Janeiro de 2020 as coisas para o sector da segurança vão melhorar substancialmente” acrescentou.

De realçar que o SIACSA, através do seu líder, anunciou uma greve para os dias 03 a 05 de Janeiro de 2020 em Mindelo, entendendo que o Governo não está a cumprir com as obrigações com os vigilantes de segurança privada.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.