Papa acabou com o segredo pontifício para casos de abuso sexual

17/12/2019 13:14 - Modificado em 17/12/2019 13:14
| Comentários fechados em Papa acabou com o segredo pontifício para casos de abuso sexual

Papa Francisco divulgou mudanças radicais na Igreja esta terça-feira.

O Papa Francisco divulgou esta terça-feira mudanças radicais na forma como a Igreja Católica Romana lida com casos de violência sexual e abuso sexual de menores, abolindo a regra do ‘sigilo pontifício’ que antes protegia os clérigos.

De acordo com o Vatican News, Francisco decidiu também alterar a norma relativa ao crime de pornografia infantil, passando a ser considerado como um dos crimes mais graves (delicta graviora) a posse e difusão de imagens pornográficas envolvendo menores até aos 18 anos de idade.

Os dois documentos, divulgados esta terça-feira pelo Papa Francisco, abrangem práticas que já existem há algum tempo em alguns países, incluindo a denúncia de suspeitas de abuso sexual às autoridades civis quando exigido por lei.

Os documentos também proíbem impor uma obrigação de silêncio àqueles que denunciam abuso sexual ou que alegam ter sido vítimas deste crime. 

O levantamento do ‘sigilo pontifício’ em casos de investigações de abuso sexual, recorde-se, foi uma exigência importante dos líderes da Igreja aquando da cimeira sobre abusos sexuais realizada no Vaticano em fevereiro.

Por Notícias ao Minuto

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.