Rodrigo Rendall: “Nunca foi intenção da Câmara Municipal a remoção dessas árvores na Rua de Angola”

13/12/2019 17:11 - Modificado em 13/12/2019 17:11
| Comentários fechados em Rodrigo Rendall: “Nunca foi intenção da Câmara Municipal a remoção dessas árvores na Rua de Angola”

O vereador da Câmara Municipal de São Vicente, responsável pelos Pelouros de Turismo, Relações Institucionais e Cooperação, Património, Rodrigo Rendall, afirma que “nunca esteve planeado” a remoção das árvores na Rua de Angola por parte de edilidade, mas garante que estas vão ser repostas novamente, porque fazem parte do projeto do parque de estacionamento a ser construído no local.

Depois da queda de uma árvore na passada terça-feira, 10, na Rua de Angola, nas imediações da Praça Nova, e que atingiu duas viaturas que estavam estacionadas no lado direito da via, no sentido da Av. Marginal, a edilidade mindelense procedeu à remoção de uma outra árvore que se encontrava com raízes superficiais. Um facto que por estes dias tem despoletado muitas críticas da parte dos munícipes, para com o que consideram ser um “atentado ambiental”.

Ora, neste sentido, o vereador da edilidade mindelense Rodrigo Rendall, esta sexta-feira, 13, explicou tratar-se de um projeto de requalificação devidamente analisado pela Câmara Municipal, com o objetivo de melhorar a zona que está a ser alvo de vários investimentos, recebendo desta feita um parque de estacionamento com 26 lugares.

“Nunca foi intenção da Câmara Municipal a remoção dessas árvores na Rua de Angola. Tal nunca esteve planeado, até porque não se compagina com a postura de ações municipais neste domínio, que visam sim o melhoramento contínuo dos espaços verdes, criando cada vez mais zonas verdes e procedendo à plantação de novas espécies de árvores que melhor se adequam com a cidade” sustenta o vereador ao NN.

O mesmo aclara que no projeto inicial as árvores estão presentes, como de resto seria de esperar, mas revela que houve um problema durante as obras e que levou à queda de uma árvore, danificando duas viaturas privadas. “Nós por precaução tivemos que remover a outra árvore que também foi afetada pelas máquinas que ali trabalhavam”.

“Mas obviamente que iremos repor com outras árvores e por que não com árvores que se adequam melhor à cidade, porque sabemos que as acácias foram plantadas num período muito específico de uma forma muito significativa. Mas sabemos que são árvores que não se adequam da melhor forma à cidade. Mas nunca foi nossa intenção removê-la. Teve que ser feito, sob pena de constituir mais perigo para as pessoas e para os seus bens” assegura.

Para Rodrigo Martins, o problema de estacionamento na cidade é cada vez mais visível, sustentando que é importante encontrar as “melhores soluções” para a resolução dos problemas inerentes a uma cidade.

Sobre as críticas que a edilidade mindelense tem sido alvo nos últimos dias, muitos destes postados principalmente no Facebook, Rendall avança que é normal a opinião das pessoas, mas que a edilidade não governa através do Facebook.

“Governámos através de ações concretas e do plano de atividades que nós temos e podemos ver e faço questão de reforçar que as opiniões são normais, mas deve-se antes de opinar analisar convenientemente as coisas. É só olharmos para São Vicente para vermos que neste momento temos espaços verdes muito melhores daqueles que tínhamos há 5/7 anos atrás”.

Neste sentido salienta que tem sido um “melhoramento contínuo” e prova disso são as muitas felicitações que a autarquia tem recebido por parte de vários munícipes, pelo melhoramento dos espaços verdes que muita necessidade fazem no seio de uma cidade.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.