Morna Fest 2019 abrange Praia, Mindelo e Sal

4/12/2019 01:29 - Modificado em 4/12/2019 01:29

A Praça do Liceu Velho acolhe os espetáculos da 7ª edição do Morna Fest, em São Vicente, no dia 14 de Dezembro enquanto, os espetáculos na Assembleia Nacional, Santiago, acontecem no dia 13, com 14 artistas.

“No dia 12 de dezembro está programado o anúncio da decisão da elevação da Morna a Património Imaterial da Humanidade e logo a seguir, nos dias 13 e 14 temos os dois grandes eventos” que no entender da organização irão fazer com que a festa seja ainda maior.

A “Semana da Morna” está agendada de 9 a 14 deste mês, com eventos musicais envolvendo artistas convidados nacionais residentes e na diáspora.

O produtor Júlio do Rosário ambiciona estender, gradualmente, a Morna Fest a todas as ilhas do país.

Nesta edição a Morna Fest também viaja para a ilha do Sal e Santiago e já vai na sua 7ª edição, pretende ser um evento que durante uma semana de actividades musicais, palestras e workshop dar o seu contributo com artistas convidados nacionais e residentes na diáspora, com o objetivo de cantar a morna e elevando-a para o caminho que todos os cabo-verdianos objetivam que é, rumo a Património Imaterial da Humanidade.

Júlio do Rosário explica, em linhas gerais, que o evento deste ano estende-se para as outras ilhas e afigura-se como um evento especial, no mês em que a Morna pode ser proclamada Património Imaterial da Humanidade, durante a reunião do Comité do Património Cultural Imaterial da Unesco, em Bogotá, Colômbia.

Artistas como Solange Cesarovna, Dudu Araújo, Gardénia Benrós, entre outros, fazem parte do leque de 14 músicos que atuam neste festival. “Com o desfile de artistas que iremos apresentar contribua para que seja dado mais um passo para o caminho da consagração da morna pela UNESCO”, destaca este produtor. 

Apesar de se iniciar no dia 09, já decorrem actividades enquadradas no Morna Fest 2019 que termina a 19 de Dezembro, abarcando estas três ilhas.

O evento deste ano alia-se ao Projecto “Oito anos de Sodade”, de forma a alargar estas actividades.

Ao longo das edições, o certame tem tido uma “boa aceitação” por parte do público, tornando-se num evento anual que contribui para a criação de um produto que divulgue e promova a ilha de São Vicente.

Conforme a organização, a “Boa Música Eventos”, durante uma semana, as ilhas de S. Vicente, Sal e Santiago vão receber a sétima edição do Morna Fest que homenageia a morna, destacando-a como candidata a Património Imaterial da Humanidade

De recordar que em Fevereiro deste ano, o Parlamento cabo-verdiano, por unanimidade, declarou a data de 3 de Dezembro como Dia Nacional da Morna, precisamente a data em que nasceu Francisco Xavier da Cruz, mais conhecido por B. Léza (1905 – 1958), considerado um dos nossos maiores compositores do género musical.

O Dia Nacional da Morna visa homenagear todos os compositores, músicos e intérpretes. Exaltar e reconhecer a sua importância e chamar atenção da sociedade cabo-verdiana para a necessidade de valorização do género musical.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.