Bubista: “Esperamos um Batuque melhor para atingiremos as competições nacionais”

3/12/2019 00:12 - Modificado em 3/12/2019 00:12

Depois do empate frente ao Derby, na última jornada, ter deixado a equipa na expetativa quanto ao desfecho do Torneio de Abertura 2019/20, o treinador do Batuque FC, Bubista, assegura que a sua equipa teve uma “excelente prestação” na competição.

Num balanço do que foi o Torneio de Abertura e projeção do Campeonato Regional que se avizinha, o treinador da equipa de Alto Miramar afirma que a sua equipa está de parabéns pelo que produziu, mas que reina um “sentimento de frustração” no seio dos seus jogadores, que queriam vencer o Torneio de Abertura já no fim-de-semana passado.

Referente ao jogo com o Derby, a contar para a última jornada do Torneio de Abertura e que ditou um empate, Bubista assegura que é com “tristeza” que analisa o futebol em São Vicente, pois como diz “quando se tem uma oportunidade para fazer um bom trabalho, sempre surge alguém para o estragar. Esta é a grande tristeza no futebol em São Vicente” referindo-se assim à arbitragem, que motivou muitos protestos da equipa axadrezada nesse jogo.

No entanto Bubista assegura que a sua equipa comportou-se “lindamente” durante o jogo e no Torneio de Abertura, onde conseguiu alcançar nas sete jornadas disputadas, cinco vitórias e dois empates.

De acordo com o treinador resta agora esperar pelo desfecho do jogo de quarta-feira entre Mindelense e Castilho, onde os Leões da Rua de Praia precisam de vencer pela margem de cinco golos, para retirar o título ao Batuque FC. O Batuque soma 17 pontos, com 14 golos marcados, contra 14 pontos do Mindelense e 10 golos marcados, mas os encarnados têm menos um jogo.

“Estamos extremamente satisfeitos por tudo o que fizemos e é com tristeza que vi todos os jogadores frustrados porque, por tudo aquilo que produziram, era para estarem neste momento com o torneio já ganho” afiança.

Sobre os candidatos ao título regional, o treinador aponta que são os mesmos de sempre, onde surge a cabeça o campeão nacional (Mindelense), não indicando outros nomes. “Esperamos ter um Batuque FC melhor nas competições internas e se conseguirmos isso atingiremos as competições nacionais. Estamos à espera de um campeonato regional extremamente duro e competitivo. Obviamente que teremos de estar preparados para ultrapassar todas as situações que vão aparecer” concluiu Bubista.

De realçar que o Batuque, para esta época reforçou-se em quase todos os sectores, com destaque para o internacional cabo-verdiano, Nuno Rocha, com o objetivo de lutar por todos os títulos regionais em disputa. A última conquista do campeonato regional dos axadrezados remonta à época 2011/12, sob o comando técnico de Piki.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.