São Vicente renova título de campeão nacional do Desporto Paralímpico

2/12/2019 01:36 - Modificado em 2/12/2019 01:37

A comitiva sanvicentina composta por 18 atletas revalidou, este domingo, 01, de dezembro, na cidade da Praia, o título de campeão nacional do Desporto Paralímpico, ao conseguir arrecadar 27 medalhas nas várias modalidades. O principal destaque vai para o atletismo invisual 100 metros, que coloca diretamente três atletas em provas internacionais.

O IX Campeonato Nacional de Paralímpico, sob a égide do Comité Paralímpico de Cabo Verde, arrancou no sábado, 30 de novembro, tendo como palco o Estádio Nacional e o Pavilhão Vavá Duarte, ficou concluído este domingo, 01 de dezembro e consagrou novamente São Vicente como campeão nacional.

Nova proeza para os 18 atletas mindelenses, conquistada nas modalidades de Atletismo 100 metros, Levantamento de Peso e Corrida em Cadeira de Rodas, com um recorde de 27 medalhas, sendo 7 Ouro, 7 Prata e 13 de Bronze.

Destaque nesta prova vai para a atleta invisual Edilene Oliveira, que se estreava este ano na prova e na categoria dos 100 metros em atletismo T-11. Esta atleta de 27 anos, conseguiu ser a revelação ao alcançar a medalha de ouro com o tempo recorde de 13.15 seg. Marca que dá direito ao apuramento direto para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Um ano de glória para Edilene Oliveira que estreou na modalidade à menos de seis meses, onde alcançou logo o título de campeã regional.

Na mesma senda, no atletismo 100 metros, desta feita, em T-12, destacaram-se as atletas Naidine Correia (ouro) e Belany Silva (prata) que conseguiram apurar-se para os Jogos da CPLP de 2020.

Nesta mesma modalidade nos 100 metros pólio, Benito Fortes de apenas 17 anos de idade, conseguiu a proeza de conquistar a medalha de ouro, tornando-se também numa revelação a nível nacional.

Já na modalidade de corrida em cadeira de rodas, pela primeira vez na história da competição a ilha conseguiu uma medalha de ouro, que foi conquistada desta vez, por Adilson Delgado.

Destaca-se ainda nesta competição, mas em levantamento de peso Adilson Delgado (62kg) nos T-49, que teve a proeza de levantar 85kg. Já William Lima (59kg) que marcava presença pela primeira vez no nacional conseguiu o ouro nos T-50, ao levantar 65kg.

De salientar que apenas nas modalidades de Vólei e basquetebol em cadeira de rodas, é que os atletas de São Vicente falharam a presença no pódio, pois as equipas não conseguiram atingir a finalíssima. Um facto que é explicado pelo treinador da equipa, Alcindo Lopes, pela falta de condições em São Vicente para a pratica destes tipos de desportos, que condicionam o desempenho dos atletas em provas nacionais.

No entanto, Alcindo Lopes, que falava ao NN a partir da cidade da Praia, faz um balanço “extremamente positivo” da participação mindelense nesta prova, pois todos os objetivos segundo o mesmo foram sobejamente alcançados.  

“Os resultados ultrapassaram a nossa expetativa, pois para além de termos cumprido com o nosso objetivo de revalidar o título, saímos da cidade da Praia, com três atletas apuradas diretamente para grandes competições internacionais” regozija-se Alcindo Lopes, que, no entanto, diz esperar que desta vez as regras funcionem, para que estes atletas possam representar Cabo Verde ao mais alto nível.

 Para o treinador da equipa sanvicentina, estas conquistas não poderiam acontecer sem o apoio de entidades como a Câmara Municipal de São Vicente, Ministério da Economia Marítima, Caravela, Pavicabo, Olavo Batista (Holanda) e Ginásio Malugym (Marlon Mota), que se dignaram a apoiar a comitiva de São Vicente, para que hoje estas conquistam sejam uma realidade.

De realçar que a CANADEP 2019, contou com a presença de 120 atletas de todas as regiões desportivas do país, com diferentes níveis de deficiência física, e teve como principais objetivos, de acordo com a organização, o intercâmbio desportivo entre os atletas com deficiência do nosso país como meio de inclusão na sociedade e selecionar os atletas que vão representar Cabo Verde nas próximas competições internacionais.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.