Orçamento de Estado: Governo quer continuar a promover o Sal e a Boavista como maiores centros turísticos de Cabo Verde

29/11/2019 01:17 - Modificado em 29/11/2019 01:17
| Comentários fechados em Orçamento de Estado: Governo quer continuar a promover o Sal e a Boavista como maiores centros turísticos de Cabo Verde

O Governo de Cabo Verde continuará, através da proposta do Orçamento do Estado para o ano económico de 2020, entre outros instrumentos, a promover a ilha do Sal como maior centro turístico de Cabo Verde e a ilha da Boavista como segundo maior centro.

A ilha de São Vicente, além da criação do quadro legal e institucional da Zona Especial de Economia Marítima (ZEEM–SV), está à espera, conforme este documento, do enceramento de medidas estruturantes previstos no PEDS, com enfase no desenvolvimento do turismo, em especial o turismo de cruzeiros e também transformar a cultura num importante ativo para o desenvolvimento, dando sequência à consolidação do Carnaval como produto turístico;

O desenvolvimento regional do país, de acordo com o Orçamento de 2020, quer continuar a priorizar o investimento na imagem do turismo cabo-verdiano, na melhoria do desempenho do sector pelo reforço da formação institucional e na fiscalização da área dos jogos.

Em relação à ilha do Sal, o documento mostra que o governo vai priorizar, ainda, investimentos na sustentabilidade do turismo atual, designadamente nos domínios do saneamento, com a finalização do projeto Saneamento de Espargos, da segurança, com o projeto Cidade Segura e da Saúde.

Em relação a saúde, pretende-se investir o montante total de 58 milhões de CVE, relativo à construção do posto sanitário de Palmeira, equipamentos para o centro de Saúde de Santa Maria, reabilitação e equipamentos da Unidade Sanitária de Base da localidade de Pedra de Lume e funcionamento efetivo do Hospital Regional do Sal, como referência para São Nicolau, inserto na rede nacional de emergência médica.

Ainda investimentos na requalificação urbana, na continuidade à implementação do hub-aéreo, bem como investimentos nas empresas públicas.

Investimento no montante de 228 milhões de CVE no projeto “Aumento da Capacidade da Central do Sal”, com financiamento a empréstimos do Estado, retrocedido à ELECTRA.

Importantes projetos do sector privado, de acordo com o governo, vão reforçar o papel do Sal como maior centro turístico de Cabo Verde, estão em obras com um valor global de cerca de 5.100 milhões de CVE, mobilizados no quadro das novas parcerias para o desenvolvimento sustentável. Juntos devem gerar cerca de 279 empregos.

O Município vai beneficiar de transferências no valor de 394 milhões de CVE, a título do Fundo de Financiamento Municipal, do Fundo do Ambiente e do Fundo do Turismo.

O Governo, conforme estabelecido no OE 2020, vai dar também sequência à melhoria da oferta educativa para atender a crescente procura escolar resultante das migrações internas, entres outros aspectos.

Continuará, através do OE 2020, entre outros instrumentos, a promover a Boa Vista como o segundo maior centro turístico do país, dotando-a, através da SDTIBM – Sociedade de Desenvolvimento Turístico das Ilhas de Boa Vista e Maio, do respetivo master-plano do turismo e priorizando investimentos na sustentabilidade do turismo actual.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.