Declaração do Mindelo: Ministros dos Assuntos do Mar da CPLP comprometem-se a defender o mar e a sua saúde

26/11/2019 23:50 - Modificado em 26/11/2019 23:50
| Comentários fechados em Declaração do Mindelo: Ministros dos Assuntos do Mar da CPLP comprometem-se a defender o mar e a sua saúde

Cabo Verde assina três documentos, estruturantes, no encerramento da IV Reunião dos Ministros dos Assuntos do Mar dos membros da Comunidade de Países da Língua Portuguesa (CPLP), em São Vicente, no âmbito da edição anual da Cabo Verde Ocean Week (CVOW).

Em plena presidência cabo-verdiana da CPLP, a conferência de ministros lusófonos com a tutela dos assuntos marítimos teve como objetivo traçar estratégias daquilo que é o mar para o nosso bem-estar.

No final da conferência ministerial dos ministros da CPLP, sob o lema “Mobilidade e Economia Azul”, o ministro da Economia Marítima, José Gonçalves, diz que os três documentos, Declaração de Mindelo, a carta de Parceria do Combate ao Lixo Marinho e um plano de acção 2019/2021 da implementação da Declaração do Mindelo, são documentos estruturantes, onde os membros da CPLP comprometem-se a defender o mar e a sua saúde.

Na Declaração do Mindelo estão assentes os compromissos assumidos pelos Estados membros, no sentido de poder “pilotar esta nossa grande empreitada que é a economia azul”, destaca o governante. Este assegura que a Declaração do Mindelo “tem todos os considerandos e vem na sequência de outras declarações”.

Portanto, esta declaração é, no entender de José Gonçalves, um documento “basilar” que estrutura a participação de cada país e o que cada um vai fazer, da sua parte, para dar andamento a este compromisso assumido coletivamente na comunidade.

A segunda edição da Cabo Verde Ocean Week, evento promovido pelo governo, quer contribuir para a criação de uma “cultura voltada para preservação e conservação da saúde do mar”.

E para tal, o ministro assegura, que o governo está a finalizar uma carta de estratégia para transição da economia de azul, que vai ser apresentada na sua versão final, nesta edição do CVOW e que assenta no tratamento da matéria de estratégia de investimento da economia azul. “Em Cavo Verde todos os sectores, diretos ou indiretos estão ligados à economia do mar”, conclui Gonçalves.

Até ao dia 29 de Novembro, a monitorização dos oceanos, políticas para promoção e sustentabilidade ambiental, economia azul, formação e investigação aplicada, desenvolvimento tecnológico e biotecnológico serão alguns dos temas em análise.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.