Vigilantes: SIACSA garante que no início de 2020 acontecerá a melhoria salarial

21/11/2019 13:30 - Modificado em 21/11/2019 13:30
| Comentários fechados em Vigilantes: SIACSA garante que no início de 2020 acontecerá a melhoria salarial

O Sindicato de Indústria Geral, Alimentação, Construção Civil, Agricultura, Florestas, Serviços Marítimo e Portuário (SIACSA), diz que a situação laboral por que passam os vigilantes do sector da segurança privada nacional está prestes a terminar.

A par destas declarações, o presidente do SIACSA, Gilberto Lima, denúncia que após o longo processo de luta para melhorar a situação, tem surgido “pessoas ou pessoa que andam a sondar e a convocar os nossos associados, vigilantes das empresas de segurança privada, para uma reunião, quando não têm legitimidade para o fazer”.

Uma situação que segundo este sindicalista “é uma vergonha inadmissível estar a convocar os associados de outro sindicato para uma reunião”. “Ainda mais, nem sequer conhecem o sector nem conhecem o dossier do sector e nem dos passos e soluções encontradas, porque abandonaram as negociações logo na discussão do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) e agora que as coisas estão no fim querem aparecer”, denúncia Lima.

“No dia 11 deste mês foi realizado o encontro entre as partes, as empresas, os sindicatos e o governo, para ultimar o processo que até o fim deste ano estará pronto, começando pela publicação do Preço Indicador de Referência para prestação de serviço e logo em janeiro do próximo ano acontecerá a melhoria salarial”.

No entanto, esclarece que após um longo e complexo processo que envolveu terceiros, nomeadamente o governo, esta situação está prestes a ver melhorias. “Desde 2004 os vigilantes vêm aguardando por melhores dias em termos salariais e o governo de então não moveu nem uma palha para resolver esta questão”, diz este sindicalista.

Por isso, anuncia que depois de várias lutas sindicais desencadeadas por este sindicato e os vigilantes, na cidade da Praia e na cidade do Mindelo, o governo atual foi “obrigado a sentar-se à mesa com as empresas e sindicatos para negociar o processo da melhoria salarial da classe”.

Anuncia ainda, que no dia 30 deste mês realiza-se a 7ª Assembleia Delegada, órgão máximo do SIACSA, em simultâneo em São Vicente e cidade da Praia cujo lema  “Um olhar diferente para o sindicalismo cabo-verdiano”, desde logo, mais e melhor liberdade sindical em Cabo Verde.

No congresso que acontece em S. Vicente e na Praia (via vídeo-conferência) serão alterados os estatutos do sindicato e eleitos novos órgãos, para estabelecer “rumos e caminhos, linhas estratégicas de intervenção sindical para os próximos tempos”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.