Bateria AFRORITMO leva projeto à ilha de São Nicolau

21/11/2019 01:55 - Modificado em 21/11/2019 01:55
| Comentários fechados em Bateria AFRORITMO leva projeto à ilha de São Nicolau

Nesta terceira edição do projeto, liderado pelo Mestre Nuno Gonçalves e pelo Director de bateria Jerson Ramos, esteve a apresentar um Workshop de Bateria na ilha de São Nicolau.

Uma iniciativa que já vai na sua terceira edição e que começou na ilha de São Vicente, tendo viajado no ano passado para a ilha de Santo Antão e tem como objetivo, trocar ideias, experiências com os ritmistas das baterias dos grupos de carnaval e também jovens que tem interesse em aprender ou melhorar as suas capacidades.

Desta vez, a viagem foi para a ilha de São Nicolau, no concelho de Ribeira Brava, num encontro com as Baterias de Copacabana, Estrela Azul, Brilho da Zona e outros ritmistas.

De acordo com os responsáveis pelo projeto, terminam mais uma edição, com a sensação de dever cumprido e deixam uma mensagem de agradecimento aos que participaram.

Nuno Gonçalves e Jerson Ramos enaltecem a entrega, a dedicação e sobretudo pelo amor ao ritmo que os participantes demonstraram durante os dias 11 a 18 de novembro.

“Consegui passar a minha mensagem e o mais importante de tudo é que conseguiram captar e assimilar essa mensagem. Foram 42 horas, durante 8 dias (de 11 a 18 de Novembro) com Workshop’s de Ritmo intenso e bem proveitoso, culminando num desfile de batucada pelas ruas de Ribeira Brava e com a população saindo das suas casas para assistir e apreciar a performance”, destacou Nuno Gonçalves.

O projeto chega a ilha de Chiquinho através de Elísio Vitória, que apostou e apresentou-o à Câmara Municipal da Ribeira Grande, na pessoa do vereador da Cultura Osvaldo Fonseca, que logo no primeiro momento aceitou fazer esta troca de experiências.

Portanto, Gonçalves, na sua página na rede social, Facebook, assegura que o objetivo foi atingido e que essa troca de experiência não pode ser encarada como ponto de chegada, mas sim como ponto de partida, porque a caminhada de aprendizagem é longa e sem fim, nunca é demais aprender.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.