São Vicente: Nilton Silva diz-se confiante na vitória para a CPR do PAICV

21/11/2019 01:17 - Modificado em 21/11/2019 01:17
| Comentários fechados em São Vicente: Nilton Silva diz-se confiante na vitória para a CPR do PAICV

Nilton César Medina Silva, licenciado em Geografia, professor na Escola Jorge Barbosa, 1º Secretário do PAICV-Sector Norte e 1º vice-presidente da mesa do Conselho Nacional do PAICV, candidato às Diretas do PAICV para a liderança da Comissão Política Regional de São Vicente, diz-se confiante na vitória nas eleições de domingo, 24 de Novembro, porque os militantes querem um partido mais organizado na ilha. 

Notícia do Norte– Como está a decorrer a campanha para as diretas de 24 de Novembro?

Nilton Silva– A nossa campanha está a decorrer na normalidade, contactando os militantes em suas próprias residências. Expondo as nossas ideias, a nossa plataforma, de modo a que no dia 24 os militantes possam escolher o melhor projeto e que esse melhor projeto seja o nosso.

NN-Com que base de apoio conta?

NS-A nossa principal base de apoio são os militantes do PAICV. A nossa candidatura surgiu de um forte apelo dos militantes de S.Vicente que vêm aclamando para um PAICV mais organizado, renovado e mobilizador. Contamos com um forte apoio de militantes comprometidos com o PAICV na ilha e que sempre deram a cara.

NN-Como será constituída a sua a equipa?

NS-A nossa equipa é constituída por gente comprometida com o PAICV e com S. Vicente, temos como vice-presidentes o camarada Graciano Nascimento, professor Universitário e a camarada Helena de Pina, responsável das mulheres no Setor Sul do PAICV.

Uma equipa inter geracional que respeitou a paridade e respeitou também o equilíbrio territorial/regional dos 2 Setores, Norte e Sul, assim como os bairros.

NN-Como perspetiva a sua equipa, no tocante às eleições autárquicas e legislativas em Cabo Verde?

NS-Como já é publico não serei candidato as eleições autárquicas de 2020. O PAICV, em S. Vicente precisa de um líder para organizar o partido. Não podemos ser candidato a liderança do PAICV pensado em ser cabeça de lista. Isso não é estatutário.

Após a nossa vitória de 24 de Novembro, no dia seguinte iniciaremos um conjunto de contactos para encontrar um candidato mindelense, um candidato vencedor e que agrege todos. Vamos auscultar os militantes numa Assembleia e apresentar aos órgãos nacionais a nossa escolha para validação. Vencer as autárquicas é uma prioridade, pois assim o PAICV e seus militantes se galvanizarão para as legislativas de 2021.

NN- Quais são os objetivos maiores caso vença as eleições?

NS-Mobilizar os militantes, galvanizar os mindelenses para nos apresentarmos nas próximas eleições como alternativa credível.

Mas também a coesão interna do PAICV é a nossa bandeira, para isso são preciso 3 coisas:

– Respeitar os estatutos a todo momento; Respeitar os estatuto significa respeitar o partido e seus órgãos legitimamente eleitos.

– Estar em Sintonia com os órgãos Nacionais eleitos pois o PAICV tem órgãos nacionais para determinadas decisões e elas devem ser respeitadas

– Formar e informar os militantes. Um militante formado e informado corretamente é um militantes ativo, consciente e capaz de ajudar o PAICV nas disputas. Devemos dar informações corretas e completas aos militantes.

NN- Se perder, vai trabalhar em sintonia com a equipa vencedora?

NS-O PAICV é de todos e deve ser para todos. Todo aquele que é militante (e sou militante, por isso não fujo à regra) tem o dever de trabalhar com os órgãos legitimamente eleitos. Trabalharei sempre a bem de S. Vicente, para o PAICV e para Cabo Verde.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.