CV Interilhas rebate polémicas sobre ligações marítimas em Cabo Verde

21/11/2019 01:05 - Modificado em 21/11/2019 01:05

O administrador-executivo da CV Interilhas, Paulo Lopes, pronunciou-se em questão às críticas e polémicas da oposição sobre a alegada falta de transparência na atribuição da concessão assim como das queixas de passageiros descontentes com o serviço prestado, a CV Interilhas classifica-as as como sendo muitas vezes um pouco “injustas”.

“Acreditamos muito neste projecto, que é muito inteligente e sem qualquer conotação política e que, acho, tem condições para servir melhor a população. É isso que nos atrai e estimula todos os dias, apesar de tanta polémica, muitas vezes, consideramos, um pouco injusta. Mas temos de as ouvir e tentar aprender com elas”.

No entanto, este avança em entrevista à Lusa, que ainda há muito para melhorar no que toca a esta matéria, embora defenda que a companhia tem feio muito pelas ilhas de Cabo Verde.

“É uma questão que nos colocamos todos os dias. A leitura que fazemos disso tem a ver, provavelmente, com as expectativas do utilizador, do cliente. Nós estamos em crer que houve uma grande melhoria do serviço, ao nível da pontualidade, do número de ligações. Fazemos mais do que estava a ser feitas anteriormente e para ilhas que não estavam servidas antes”.

No que toca à compensação de 3,3 milhões de euro que a CV Interilhas vai receber do Estado cabo-verdiano em 2020, para sustentar os custos com as ligações deficitárias que actualmente assegura, este salienta que “cremos que sim, que é suficiente. Porém, ainda é um pouco cedo para avançar conclusões”.

“Uma vez que o nosso resultado operacional tem sido bastante superior ao que estava projectado, digamos que estamos confortáveis com esses valores” deixa saber ainda.

Recorda-se que a CV Interilhas já transportou desde 16 de Agosto 140.000 mil passageiros entre todos as ilhas de Cabo Verde, o que ultrapassa as expectativas iniciais da companhia.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.