Regata ARC+: Condições da Marina do Mindelo e da ilha ajudaram a aumentar muito o número de embarcações e velejadores

20/11/2019 23:44 - Modificado em 20/11/2019 23:44
| Comentários fechados em Regata ARC+: Condições da Marina do Mindelo e da ilha ajudaram a aumentar muito o número de embarcações e velejadores

Depois de uma escala de seis dias na ilha de São Vicente, a Regata ARC+ (Atlantic Rally for Cruisers), parte esta quinta-feira com destino ao Caribe.

De acordo com a diretora administrativa da Marina do Mindelo as regatas que chegam na ilha, entre os meses de novembro e fevereiro, considerada época alta, têm impactos económicos e sociais positivos em São Vicente.

Ivanice Estevão acredita que têm tido grande impacto para ilha, em termos de serviços prestados, nos minimercados, lavandarias, entre outros. “O pessoal ao redor da marina tem interesse em informar quando é a chegada de regatas para poderem fazer o seu stock e prepararem-se para abastecer as embarcações, que este ano ultrapassaram o número habitual”, diz esta responsável.

Uma das causas deste aumento, segundo a Gestora de Eventos da ARC+, Susana Tetlow, as boas condições da Marina do Mindelo e mais concretamente da ilha de São Vicente tem ajudou a triplicar o número de embarcações e a quadruplicar o número de velejadores nestes últimos anos.

Esta é a 7ª vez que a regata ARC+ faz paragem no Mindelo, sendo que a primeira vez foi em 2013 e trouxeram 45 veleiros. “Esta é uma das regatas mais preferida pelas famílias e não por pessoas que estão interessadas no racing” e se a ilha e a Marina do Mindelo não oferecessem as condições para a escala, Tetlow assegura que a regata não teria este número.

A Regata ARC+ (Atlantic Rally for Cruisers) ancorou no passado fim-de-semana em Mindelo, com 94 veleiros e 416 velejadores, provenientes de Las Palmas, ilhas Canárias, que fazem a travessia do Atlântico até Santa Lúcia, no Caribe.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.