International Investment Bank pretende brevemente expandir-se para a ilha de São Vicente

19/11/2019 00:08 - Modificado em 19/11/2019 00:08
| Comentários fechados em International Investment Bank pretende brevemente expandir-se para a ilha de São Vicente

O International Investment Bank (IIB), que sucede ao Banco Internacional de Cabo Verde e que está a operar no mercado financeiro cabo-verdiano desde de Julho deste ano, pretende brevemente expandir a sua atividade para a ilha de São Vicente.

Numa entrevista ao NN, o CEO do IIB, César Ferreira, à margem da FIC 2019, adiantou que a ilha de São Vicente é uma área onde o banco quer investir e estar mais próximo.

“Uma em cada cinco empresas em Cabo Verde está em São Vicente e cerca de 25% do Produto Interno Bruto é gerado na ilha”, explica César Ferreira que assegura que isto é motivo mais que suficiente e que “obviamente obriga-nos a pensar rapidamente em termos uma presença mais efectiva em São Vicente” e com uma vontade de continuar a desenvolver aquilo que é a atividade do banco em suporte da economia de Cabo Verde.

“O IIB é um banco comercial focado naquilo que é o segmento de empresas, dos empreendedores e com uma vontade muito grande de suportar a economia e o desenvolvimento económico de Cabo Verde”, reitera.

Centrado na generalidade dos produtos que a banca comercial disponibiliza aos seus clientes, o IIB pretende diferenciar na qualidade do serviço. “Queremos ser mais eficientes, mais próximos dos clientes de forma a compreendermos as suas reais necessidades, quais os produtos que precisam, mais do que propriamente vender os produtos que o banco tem para vender aos seus clientes”.

Segundo aquele responsável o IIB encontra-se no primeiro ano de um “processo muito acelerado de transformação” e por aquilo que têm constatado em termos de actividades e desempenho só “nos pode encorajar a desenvolver o trabalho que estamos a fazer”.

“Queremos continuar a crescer de forma significativa em termos de clientes, crescer de forma significativa ao crédito concedido à economia e quem sabe a crescer de uma forma significativa naquilo que é a presença geográfica, cobrindo outras áreas do país”, já que nesta primeira fase conta com presença na cidade da Praia, Santiago e brevemente no Sal, havendo já planos para a expansão para São Vicente.

Elvis Carvalho

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.