Mayra Andrade, Bonga, Batukeiras e Ikonoklasta juntos pelos direitos humanos

18/11/2019 16:16 - Modificado em 18/11/2019 16:16

Concerto organizado pela Amnistia Internacional, realiza-se no dia 5 de dezembro, em Lisboa.

Os sons da África lusófona vão estar em destaque no Concerto da Coragem, organizado pela Amnistia Internacional Portugal. Pelo palco do Lisboa ao Vivo (LAV), na capital portuguesa, vão passar os sons e ritmos de Cabo Verde, com Mayra Andrade e a Orquestra de Batukeiras de Portugal, de Angola, com Bonga e Ikonoklasta, juntando-se ainda o são-tomense NBC.

Integrado na segunda edição do Fórum da Coragem, dedicado, este ano, aos direitos humanos em África, o concerto realiza-se no dia 5 de dezembro, às 21.00, e as receitas dos bilhetes, já à venda por 15 euros, revertem a favor da Amnistia Internacional Portugal e serão aplicadas “nas áreas de investigação, advocacia e ativismo”, refere comunicado da organização.

“Queremos proporcionar um momento de alegria e celebração. Nem sempre é fácil falar de atropelos aos direitos humanos, nem sempre é fácil falar de quem persistentemente trabalha para que o mundo e a vida de todas as pessoas seja melhor à luz deste grande farol da humanidade que são os direitos humanos e é importante homenagear quem o faz. Escolhemos ritmos com ligação ao continente africano e vozes que, ao longo dos anos, têm sido próximas das causas de direitos humanos”, afirma o diretor-executivo da Amnistia Internacional Portugal, Pedro A. Neto.

O Concerto da Coragem, apresentado por Cláudia Semedo, vai contar ainda com a presença do secretário-geral da Amnistia Internacional, Kumi Naidoo, que visita Portugal entre os dias 4 e 7 de dezembro. O responsável participará igualmente nas sessões de debate do Fórum da Coragem, organizadas no dia 6 de dezembro, no Museu das Comunicações, em Lisboa.

Por Plataforma

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.