Gabriel Delgado explica declínio ao convite da edilidade sanvicentina para a VII Gala do Desporto

12/11/2019 15:30 - Modificado em 12/11/2019 16:35

O presidente da direcção do Club de Golfe de São Vicente, Gabriel Delgado, veio a terreiro explicar as razões por detrás da recusa ao convite feito pela edilidade sanvicentina e pelo Ministério do Desporto, para marcar presença no último sábado, na VII Edição da Gala do Desporto Cabo-verdiano, que se realizou em Mindelo, referindo que a agremiação vem sendo “sistematicamente ignorada” pelos sucessivos governos e pela Câmara Municipal de São Vicente.

Numa nota enviada ao NN, Gabriel Delgado sustentou que o Club de Golf de S. Vicente, a mais antiga instituição desportiva de Cabo Verde, não tem motivos para participar em qualquer festa do Desporto Cabo-verdiano, promovida pelo Governo e/ou pela Câmara Municipal de São Vicente, alegando falta de apoios.

Isto por entender que a agremiação por si liderada vem sendo “sistematicamente ignorada” pelos sucessivos governos e pela Câmara Municipal de São Vicente, no estabelecimento de parcerias ou atribuição de apoios, para continuar a manter, promover e incentivar a prática do golfe, uma das primeiras modalidades, senão a primeira, a serem praticadas em Cabo Verde. “Todas as nossas solicitações de parcerias para apoiar projetos e competições têm sido, invariavelmente, ignoradas pela Câmara e pelo Governo” sublinha.

Todavia, o presidente do Club de Golfe de São Vicente aproveita para manifestar todo o engajamento para que o golfe e o ténis continuem a ser praticados em Cabo Verde. “O Club de Golf de S. Vicente sempre estará disponível para cooperar com o Governo da República e com a Câmara Municipal de São Vicente em projetos a bem do Desporto em Cabo Verde” conclui o presidente da direcção do Club de Golf de S. Vicente.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.