Torneio de Abertura: Batuque empata com Mindelense e mantem a liderança

2/11/2019 22:51 - Modificado em 2/11/2019 22:51

O dérbi desta terceira jornada do Torneio de Abertura em São Vicente, entre o CS Mindelense e o Batuque FC, disputado este sábado, no Estádio Municipal Adérito Sena, ditou uma igualdade a uma bola. Um resultado que deixa o Batuque na liderança isolada mas, à condição.

Devido a expectativa em torno ao primeiro Mindelense x Batuque da época desportiva em São Vicente, muitos adeptos deslocaram-se ao Adérito Sena neste sábado, mas durante os primeiros 30 minutos viram um jogo muito equilibrado e sem oportunidades claras de golo.

O primeiro golo da partida surgiu à passagem dos 32 minutos de jogo e para o Mindelense, quando o avançado Ailton aproveitou da melhor forma possível um cruzamento feito com conta peso e medida por Ary, e com um belo gesto técnico de cabeça bateu o guarda-redes Ken.

Com este golo o jogo ganhou nova vida e o Mindelense aproveitou o embalo para criar mais uma boa oportunidade de golo, desta vez por Guga que na sequência de um livre direto apontado aos 36 minutos, colocou o guardião do Batuque em grandes dificuldades.

Entretanto o Batuque que jogava com os olhos postos na liderança, reagiu bem à pressão do Mindelense e aos 40 min., num ataque conduzido pelo reforço boa-vistense Henry (ex-Académica da Praia), chegou à igualdade na sequência de um pontapé de penalti, convertido pelo médio Toy. De realçar que o lance motivou muitos protestos à equipa de arbitragem por parte do Mindelense, entendendo estes que o toque de Bomba sobre o médio Henry não foi suficiente para António Fonseca, árbitro do encontro, ter assinalado o castigo máximo.

No segundo tempo as duas equipas vieram dos balneários com a mesma disposição que nos primeiros trinta minutos de jogo, não arriscando muito, optando por jogar pelo seguro. Mas, num contra-ataque rápido, aos 69 minutos o Batuque quase marcava por intermédio de Day que de fora da aérea rematou forte, mas viu as suas intenções esbarrarem no poste direito da baliza à guarda de Piduca.

Com este lance os Leões da Rua de Praia sentiram o perigo a rondar a sua toca e mostraram as garras aos comandados de Bubista. Até ao apito final desperdiçaram duas grandes oportunidades de golos. Primeiro por Larry aos 88 minutos que na cara de Ken atirou ao lado. Já aos 91+1 foi a vez do defesa central do Batuque Faxe quase borrava a pintura, quando na tentativa cortar a bola quase traia Ken, valendo-lhe os bons reflexos do seu colega que assim evitou males maiores. Na sequência do canto, convertido por Guga, foi a vez de Bomba, defesa central do Mindelense chegar atrasado para a emenda num lance que a bola levava selo de golo.

De resto este foi o último lance de golo do jogo o que deixou o Batuque FC com 7 pontos e na liderança isolada à condição, esperando para ver o que fazem neste domingo as formações do Falcões do Norte e do Farense (ambas com quatro pontos) que medem forças entre si.

Destaca-se a estreia no Batuque do médio internacional cabo-verdiano Nuno Rocha.

Por sua vez o Mindelense chegou aos 5 pontos, aumentando para 89 a sua série de jogos sem perder no decorrer dos 90 minutos regulamentares.

A anteceder a este jogo, a Académica do Mindelo conseguiu a sua primeira vitória no Torneio de Abertura ao vencer o Salamansa por 3-0, num jogo sem sobressaltos para os comandados de Carlos Machado. Os golos foram apontados por Danielson, Burracho e Rambé.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.