Catamarã San Gwann inicia viagens na próxima segunda-feira

1/11/2019 00:50 - Modificado em 1/11/2019 00:50
| Comentários fechados em Catamarã San Gwann inicia viagens na próxima segunda-feira

A embarcação San Gwann descrita como um “super rápido” catamarã e com capacidade para transportar 427 passageiros e 20 veículos ligeiros vai ligar seis ilhas – Santo Antão, São Vicente, São Nicolau, Sal, Boavista e Santiago – em 24 horas, iniciará viagens na próxima segunda-feira, 04, de Novembro.

De acordo com informações recolhidas, o navio que está atracado no caís de cabotagem do Porto Grande, no Mindelo, iniciará as suas operações no início da próxima semana, isto após luz verde dada pelas autoridades marítimas cabo-verdianas, estando a empresa a preparar o lançamento oficial da rota diária inter-ilhas que este navio efetuará.

O San Gwann, segundo o director de operações da empresa, já vem com a sua tripulação, sendo que está será reforçada pela CVI com um comandante ou um oficial náutico para acompanhar nas deslocações inter-ilhas.

O navio foi alugado em Espanha em regime de ‘time charter’ (temporariamente) e a CV Interilhas considera que é uma “solução excelente” e terá um “impacto relevante” no dia-a-dia das populações e dos operadores económicos e turísticos.

O San Gwann, vem substituir o navio Kriola que se encontra em reparações nos estaleiros da Cabnave, vai reforçar a frota da CV Interilhas, que neste momento tem três barcos operacionais (Liberdadi, Inter Ilhas e Sotavento).

O navio Praia d’Aguada está, também ele, nos estaleiros da Cabnave mas, em manutenção programada.O Liberdadi, liga as ilhas do Sul, nomeadamente, Santiago, Fogo e Brava. O navio Sotavento está na rota Praia-Maio.

No entanto, em dezembro deve chegar a primeira embarcação da empresa que está num estaleiro naval na Coreia do Sul e será, no início de Novembro, submetido aos primeiros testes em mar aberto. A empresa informa que o barco, com capacidade para 430 passageiros e 50 veículos, prepara-se, logo após os testes necessários, para sair dos estaleiros de Busan, na Coreia do Sul, com destino a Cabo Verde.

Em pouco mais de dois meses de atividade, a CV Interilhas informou que já realizou cerca de 650 viagens e transportou 110.000 passageiros.

A CV Interilhas é detida em 51% pela Transinsular e Transinsular CV, do Grupo ETE, enquanto os restantes 49% são detidos pelos armadores cabo-verdianos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.