BCV: Nota de mil escudos com a figura de Aurélio Gonçalves retirada de circulação até 19 de Fevereiro de 2020

30/10/2019 00:40 - Modificado em 30/10/2019 00:40

De acordo com comunicado do Banco de Cabo Verde, este leva ao conhecimento do público que a retirada de circulação da nota de valor facial de 1.000 escudos, com o retrato de António Aurélio Gonçalves, decorre até 19 de Fevereiro de 2020, pelo que os seus detentores devem dirigir-se aos balcões dos bancos comerciais no país a fim de promoverem a sua troca.

Em conformidade com o Decreto-Lei nº 32/2019, de 17 de Julho, publicado no Boletim Oficial, no decurso do prazo de retirada, manter-se-á o poder liberatório da nota, não podendo ser recusada nos pagamentos.

Expirado o prazo, a nota acima referida só poderá ser reembolsada no Banco de Cabo Verde, na sua sede na Cidade da Praia e até 19 de Fevereiro de 2030, data a partir da qual deixa de ter qualquer valor fiduciário

A nota de 1.000 escudos, com a efígie de António Aurélio Gonçalves, foi emitida e entrou em circulação no ano de 2007.

A decisão dá continuidade ao processo de retirada de circulação da anterior série de notas, através do Decreto-Lei n.º 18/2017, de 17 de Abril, que também retira da circulação as notas de 200$00, de emissão 2005, e de 2.000 escudos, de emissão de 1999.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.