Uma em cada quatro africanas considera violência conjugal justificável

28/10/2019 16:29 - Modificado em 28/10/2019 16:32
Foto: Universo dos Viajantes

Segundo informação veiculada pela Lusa e citando dados de um estudo do Afrobarómetro realizado em 34 países, incluindo Cabo Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe, uma em cada quatro africanas considera a violência conjugal justificável.

Dos inquiridos, 28% sustentam que bater na mulher é “sempre” ou pelo menos “algumas vezes” justificado, incluindo 24% de mulheres e 31% de homens, adianta o estudo. No entanto, a maioria (71%) dos inquiridos no estudo consideram que a violência conjugal “nunca é justificável”.

As conclusões do estudo integram uma abordagem mais alargada sobre igualdade de género, que a rede Afrobarómetro deverá divulgar em breve, e baseiam-se em sondagens realizadas em 34 países, incluindo Cabo Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Com Lusa

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.