“Outubro Rosa” assinalado por todo Cabo Verde

28/10/2019 00:24 - Modificado em 28/10/2019 00:29
| Comentários fechados em “Outubro Rosa” assinalado por todo Cabo Verde

Para assinalar o “Outubro Rosa” e com o objetivo de consciencializar a população sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce no combate ao cancro, milhares de pessoas, em vários municípios do país, saíram às ruas este domingo, 27, para chamar atenção sobre esta problemática que continua a ser uma das principais causas de morte em Cabo Verde.

De ano para ano os municípios de Cabo Verde têm-se juntado a esta causa, numa tentativa de chamar atenção para esta doença, que tem ceifado muitas vidas no arquipélago, e que é superado apenas pelo AVC. O cancro de mama, do colo de útero e da próstata, são aqueles com maior incidência no país, seguidos do cancro de estômago e intestino.

São Vicente, Santo Antão, Santiago, Sal e São Nicolau são exemplos de algumas ilhas que colocaram este domingo nas ruas milhares de pessoas em alusão ao combate ao cancro, e incentivar as pessoas a fazerem o diagnóstico o mais rapidamente possível, isto numa fase onde ainda poderá ser feito algo para a curar a doença. 

Campanhas de prevenção com recurso a sensibilização e rastreios feitos em locais específicos, foram algumas das indicações dos líderes das marchas, para tentar reverter os números mortais desta doença em Cabo Verde, que gradualmente apontam para um aumento significativo, apesar dos esforços que têm vindo a ser feitos.

No arquipélago morrem anualmente de cancro cerca de 340 pessoas, ou seja, uma pessoa por dia, enquanto cerca de 600 casos para tratamento são diagnosticados.

O cancro é a segunda causa de morte no país, sendo que em relação aos homens há uma grande predominância dos cancros ligados ao aparelho digestivo e da próstata, enquanto nas mulheres os mais comuns são os de mama e do colo do útero.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.