Mundial de Boxe para Militares: Davilson Morais cai nos quartos de final

24/10/2019 00:34 - Modificado em 24/10/2019 00:34

O pugilista cabo-verdiano Davilson Morais não conseguiu, esta quarta-feira, levar a melhor sobre o seu oponente da Venezuela, nos quartos de final dos VII Jogos Militares Mundiais que decorrem em Wuhan na China, tendo perdido as três rondas pelo somatório de pontos 10-9; 10-9 e 10-9.

Depois de na terça-feira ter garantido a passagem aos quartos de final, ao derrotar o oponente marroquino, o pugilista cabo-verdiano caiu aos pés do seu opositor venezuelano. Numa luta bastante equilibrada, onde o resultado fala por si, 10-9; 10-9 e 10-9, Davilson Morais deu tudo, mas a experiência do pugilista venezuelano que já leva mais de 300 combates internacionais feitos sobressaiu, deitando por terra as aspirações do cabo-verdiano que não leva mais do que 25 combates internacionais realizados.

Um facto a destacar é que o atleta olímpico que compete na categoria dos +91 quilos, não tem nenhum adversário do seu peso em Cabo Verde, o que de certa forma condiciona a prestação do atleta em provas internacionais.

Com esta derrota Davilson Morais despede-se da competição, juntamente com Hélder Varela que tinha perdido na sexta-feira passada o seu combate com um pugilista da Coreia do Sul.

Esta competição é realizada sobre a égide do Conselho Internacional do Desporto Militar (CISM), considerada a segunda maior organização desportiva mundial, suplantada apenas pelo Comité Olímpico Internacional e a participação das FA nestes jogos Militares Mundiais.

Cabo Verde participação pela segunda vez nos Jogos Militares Mundiais, após a sua primeira participação em 2011, no Rio de Janeiro, Brasil.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.