Augusto Neves diz que a CMSV está comprometida com a juventude da ilha

17/10/2019 17:19 - Modificado em 17/10/2019 17:19
| Comentários fechados em Augusto Neves diz que a CMSV está comprometida com a juventude da ilha

O Presidente da Câmara Municipal de São Vicente entende a juventude como a alavanca importante para o desenvolvimento do país.

Arrancou esta quinta-feira em Mindelo, o I Fórum Nacional da Juventude e que acontece até ao dia 19 de Outubro.

No ato de abertura, presidido pelo Presidente da República de Cabo Verde, e que teve a participação de dezenas de jovens, Augusto Neves disse no seu discurso que a realização deste Fórum Nacional da Juventude, levado a cabo pelo Governo em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, PNUD, compõe um momento muito rico da juventude cabo-verdiana.

Para o edil mindelense, a actual geração, é a maior geração de jovens da história de Cabo Verde e que neste momento estão a ser chamados para construir este novo país.

Por isso, afirma que a política nacional da juventude deve estar atenta às antigas e novas demandas que têm surgido, ampliando e diversificando seus programas e acções.

“Para avançar na promoção dos direitos da juventude, também deve haver diálogo com a realidade local. É o que pretendemos com a juventude e articular no território uma rede de equipamentos e serviço para a juventude, promovendo o acesso aos meios culturais, das tecnologias da comunicação e outros serviços definidos pelos próprios jovens da comunidade” disse Augusto Neves que destacou a presença da Câmara Municipal de São Vicente como sinal de comprometimento da mesma em relação à juventude “porque no nosso entender constituí a alavanca importante para o desenvolvimento do país”.

Isso, porque é da juventude onde emana “todo o vigor físico e intelectual” que a sociedade precisa para vencer as diversas etapas do desenvolvimento do país que “todos nos almejamos”.

Neves diz que por muitos anos, o tema juventude foi considerado como secundário e sem relevância diante das grandes questões políticas, económicas e sociais dos países, no entanto, a ausência deste reconhecimento “nunca impediu a juventude de ser protagonista de grandes momentos da nossa história”, destaca.

Este Fórum que ora se realiza no Mindelo visa “reforçar o diálogo” entre o Governo e a juventude cabo-verdiana, de forma a contribuir para “incrementar a participação cívica e política” da juventude nas agendas 2030 e 2063.

O Fórum da Juventude decorre sob o lema “Preparar os jovens para o mercado global” e deverá contar, segundo informações do executivo, com cerca de 120 jovens e adolescentes, de ambos os sexos e de todas as ilhas do país.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.