Psicóloga espera que com a nova Lei do Álcool se consiga mitigar o problema do alcoolismo

10/10/2019 23:59 - Modificado em 11/10/2019 00:00

A psicóloga da Delegacia de Saúde de São Vicente Denise Lima, no âmbito da comemoração do Dia Internacional da Saúde Mental, assinalado esta quinta-feira, mostra-se expectante no contributo que a nova Lei do Álcool consiga dar para resolver a problemática do alcoolismo, que é considerado uma das principais causas do suicídio.

Sendo um grave problema de saúde pública também o é a nível da saúde mental, afecta muitas pessoas em Cabo Verde e precisa ser combatido.

“O alcoolismo é uma das principais causas do suicídio, porque muitas vezes nos casos que acontecem, ou a pessoa tem dependência, ou então no momento estava sob o efeito do álcool, então é preciso acabar com este flagelo”, reiterou.

Durante esta semana, a Semana da Saúde Mental, celebrada pela Delegacia de Saúde de São Vicente desde segunda-feira, 07, Denise diz que são muitas as inquietações quanto às doenças de foro mental, desde as características das doenças em si aos preconceitos, que dificultam na procura de tratamento e de ajuda.

“Então estamos a sensibilizar as pessoas para falarmos sobre estas questões, para acabarmos com o tabu que existe à volta do assunto suicídio, que é multi-factorial e um problema bastante complexo”, asseverou.

A comemoração da semana dedicada à saúde mental iniciou-se na segunda-feira e prossegue esta sexta-feira, 11, com um passeio-convívio com os pacientes dos centros.

No sábado, 12 será realizado um torneio de futebol com equipas dos centros, do Hospital Baptista de Sousa, da Delegacia de Saúde de São Vicente e da Escola Salesiana, local onde decorre o evento, e que tem como entrada um quilograma de alimento, que depois vai reverter a favor do CADM e do CTO.

A semana de saúde mental termina no domingo, 13 outubro, com uma “Caminhada pela saúde”.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.