Mais fetos encontrados em armazém de ‘médico dos abortos’

10/10/2019 01:12 - Modificado em 10/10/2019 01:12

Já tinham sido encontrados mais de 2200 fetos na sua casa.

Depois de Ulrich Klopfer ter morrido a 3 de setembro, os seus familiares encontraram mais de 2200 fetos quando faziam a limpeza na sua casa, no Illinois, nos Estados Unidos. O homem era conhecido por ser um controverso médico que fazia abortos.

Agora, as autoridades dizem ter encontrado mais fetos num armazém alugado em nome do médico em Chicago.

Segundo o procurador do Indiana, Curtis Hill, numa conferência de imprensa aos jornalistas, citada pela Associated Press, a família de Ulrich Klopfer encontrou novos restos mortais esta quarta-feira, mas não quantificou quantos seriam.

Em 2015, o médico viu a sua licença ser suspensa ao ser acusado de fazer um aborto a uma menina de 13 anos e por práticas de medicina controversas. As autoridades norte-americanas suspeitam que, durante décadas, o médico fez dezenas de milhares de abortos, em vários condados do estado do Indiana, ficando conhecido como ‘médico dos abortos’.

Por Notícias ao Minuto

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.