Guiné-Bissau condena comportamento de Cabo Verde após detenção de um cidadão guineense no aeroporto da Praia

4/10/2019 16:17 - Modificado em 4/10/2019 16:17
| Comentários fechados em Guiné-Bissau condena comportamento de Cabo Verde após detenção de um cidadão guineense no aeroporto da Praia

O secretário de Estado das Comunidades da Guiné-Bissau, Malam Bacai Júnior, condenou hoje o tratamento dado pelas autoridades cabo-verdianas a um cidadão guineense, que ficou retido durante 48 horas no aeroporto da Praia, quando viajava para o Brasil. O Governo guineense quer ter todos os dados para tomar “medidas adequadas”.

De acordo com a Agência Lusa, Malam Bacai Júnior, referiu que a secretaria de Estado das Comunidades está completamente solidária com as reclamações do grupo de activista, como cidadãos do mundo da CPLP e da CEDEAO e não se pode aceitar que um cidadão guineense seja tratado desta maneira.

O secretário de Estado falava aos jornalistas enquanto decorria um protesto de jovens guineenses a exigir respeito pelos cidadãos da Guiné-Bissau, depois de o professor universitário Jorge Mário Fernandes ter denunciado os maus-tratos a que foi sujeito no aeroporto da Praia quando viajava desde Bissau para o Brasil, onde reside.

“Estamos à espera de mais informações para saber quais foram as razões que levaram as autoridades cabo-verdianas a tratar um cidadão guineense daquela maneira e nós não podemos aceitar e condenamos vivamente esse tipo de comportamento”, afirmou Malam Bacai Júnior, citado pela mesma fonte.

“Condenamos esta atitude seja com o Jorge Fernandes, seja com outro cidadão qualquer e como Estado não podemos aceitar isso”, salientou.

Numa declaração feita nas redes sociais, o professor universitário guineense Jorge Mário Fernandes, que se encontrava a viajar da Guiné-Bissau para o Brasil, onde é residente, denunciou que ficou retido durante 48 horas numa cela no aeroporto da Praia e sujeito a violações dos seus direitos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.