Cinzas de Gandhi roubadas no dia do seu 150.º aniversário

4/10/2019 02:02 - Modificado em 4/10/2019 02:02

Ladrões ainda escreveram “traidor” numa das fotos do líder hindu.

Um grupo de ladrões roubou alguns dos restos mortais de Gandhi, no dia em que, se fosse vivo, o líder espiritual hindu celebrava o 150.º aniversário.

As cinzas foram retiradas de um memorial, no estado indiano de Madhya Pradesh, onde estavam guardadas desde 1948, ano em que o ativista, que liderou a luta pela independência da Índia, foi assassinado por um extremista.

Além do furto, conta a BBC, os ladrões também escreveram “traidor” em tinta verde numa foto de Gandhi.

Apesar de a maioria dos indianos ver Gandhi como o “pai da nação”, alguns locais veem-no como um traidor por este ter defendido a união entre hindus e muçulmanos.

As autoridades vão agora investigar o caso para conseguir localizar os suspeitos.

Por Notícias ao Minuto

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.