Privatização da ELECTRA: UCID insta o governo a fazer leilão da injecção de energias renováveis na rede pública em vez de lançar concursos

5/10/2021 23:42 - Modificado em 5/10/2021 23:42
| Comentários fechados em Privatização da ELECTRA: UCID insta o governo a fazer leilão da injecção de energias renováveis na rede pública em vez de lançar concursos

A posição é defendida pelos deputados nacionais da União Cabo-verdiana Independente e Democrática – UCID, que hoje em conferência de imprensa em São Vicente lançaram este repto ao governo, implicando a introdução de mais energias renováveis na rede pública com efeitos ao nível do abaixamento das tarifas e consequente diminuição de furtos de eletricidade.

Neste sentido a UCID, através da deputada Dora Pires, instou o governo a trabalhar para que o país tenha um preço de mais baixo, o que neste momento não é possível devido às avultadas dívidas da Electra, em cerca de 11 milhões de contos à banca e que não tem como pagar, além dos avales recebido pelo governo.

“Estamos a exigir que se faça o saneamento financeiro da empresa porque se se fizer isso, iremos ver uma diferença no custo das facturas no fim mês”, apontou a deputada que acredita que o governo só vai fazer isso às vésperas da privatização, para baixar o preço da energia e assim conseguir compradores credíveis.

Para evitar que isso aconteça, e que o governo venha a ficar “preso” neste negócio com tem sido hábito, onde terá que garantir subsidiar para que a empresa possa funcionar em melhores condições, Dora Pires diz que a solução passa por fazer um leilão em relação a injecção da energia renovável nas redes públicas, ou seja, quem oferecer a energia produzida a um preço mais baixo terá que garantir que irá fornecer a quantidade leiloada ao preço pelo qual ganhou o concurso. E isso, conforme a deputada da UCID, irá implicar mais energias renováveis na rede pública, o que implica também o baixar as tarifas da energia elétrica.

Dora Pires garantiu que a UCID defende medidas assertivas para por cobro ao roubo de energia no país e que gostaria que o governo ouvisse essas sugestões, amo mesmo tempo que apelou à ARME para fazer a regulação dos preços sempre em empo oportuno e não esperar para fazer tudo de uma vez.

Elvis Carvalho

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.