Moradores de Lazareto e Chã de Alecrim pedem introdução de quebra-molas em alguns pontos das estradas

1/10/2019 00:51 - Modificado em 1/10/2019 00:51
| Comentários fechados em Moradores de Lazareto e Chã de Alecrim pedem introdução de quebra-molas em alguns pontos das estradas

A edilidade mindelense deu início no passado sábado, em Lameirão, ao arranque das obras de melhorias na estrada Mindelo-Baía das Gatas, com a introdução de quebra-molas. Um pedido expresso dos moradores aquando da inauguração da asfaltagem em julho do corrente ano.

Ora neste sentido, moradores da zona de Chã de Alecrim e do Lazareto reivindicam que melhorias do tipo sejam estendidas a alguns pontos das estradas principais destas duas localidades.

Os moradores de Lameirão manifestaram o seu desagrado pelo trabalho feito, no ponto da estrada nesta zona, que fica na trajetória Cidade-Baía das Gatas, onde diariamente há uma grande movimentação de automóveis. Melhorias que estão sendo agora feitas pela edilidade mindelense, para satisfação dos moradores locais.

Na sequência, os moradores de Chã de Alecrim e do Lazareto, entendem que as melhorias devem ser estendidas, a alguns pontos importantes das estradas nas referidas zonas, onde há diariamente muita circulação de carros e peões.

Os moradores de Chã de Alecrim  pedem, com urgência, a introdução de quebra-molas na Avenida, por entenderem que muitos condutores excedem o limite de velocidade quando circulam por essa via,  onde está situado um jardim infantil, assim como outros locais muito frequentados pelos moradores locais.

Por sua vez, os moradores de Lazareto, pedem que a edilidade introduza igualmente quebra-molas, na estrada de São Pedro, no troço que liga Lazareto, visto que normalmente é uma zona muito movimentada, tanto por automóveis como peões. Na mesma linha do que acontece em Chã de Alecrim, os moradores afirmam que muitos condutores não respeitam os limites de velocidade máxima naquela via, onde de resto já acontecerem algumas situações embaraçosas, que por pouco não ceifavam vidas humanas.

Assim sendo, esperam que a edilidade tome uma iniciativa para resolver, o que segundo os moradores representam problemas de maiores para essas duas comunidades que se encontram em franco crescimento.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.