Ganhou lotaria no Canadá e morreu na Etiópia, país que ia ajudar

30/09/2019 00:44 - Modificado em 30/09/2019 00:44

“Ele voltou lá porque queria fazer mais pelo seu país”, disse uma familiar. Homem canadiano morreu num roubo.

Um canadiano de 41 anos de idade, vencedor de um prémio de lotaria, morreu numa viagem à sua terra natal, na Etiópia, num aparente roubo.

Michael Gebru, trabalhador numa fábrica, em Toronto, ganhou um jackpot de 10 milhões de dólares canadianos (6,9 milhões de euros) em 2017 e, na altura, prometeu fazer algo para ajudar o seu país natal.

“Eu sempre disse que se ganhasse a lotaria, ajudaria pessoas necessitadas”, indicou o homem, natural de Scarborough, quando venceu o prémio.

A família refere que o Michael manteve a promessa, mas esse desejo custou-lhe a vida.

De acordo com o Toronto Sun, que cita meios da Etiópia, a sua morte é descrita como homicídio resultante de uma tentativa de roubo que correu mal.

“Ele voltou lá porque queria fazer mais pelo seu país”, indicou uma prima, Sosuna Asefaw, à imprensa canadiana.

A polícia local ainda não identificou suspeitos do crime.

Por Notícias ao Minuto

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.