Grupo de apoio à Enseada de Coral da Laginha sai à rua nesta sexta-feira

27/09/2019 00:49 - Modificado em 27/09/2019 01:00

O grupo de apoio à enseada de coral da praia da Laginha, tem agendado uma manifestação para esta sexta-feira, 27, sobre a urgência em torno da enseada de coral e também adere à greve climática mundial, organizada em todo mundo entre 20 e 27 de Setembro.

A concentração para a marcha será a partir das 17 horas na praia da Laginha, com arranque previsto para às 17h45 minutos. Os manifestantes vão percorrer toda a Avenida Marginal e terminar na Praça Dom Luís, um espaço escolhido propositadamente por este se situar perto da Câmara Municipal.

O grupo tem apelado a todos, sem exceção, que participem na marcha, de forma a dar força à voz dos mindelenses, sobre a urgência em torno da enseada de coral, uma vez que o grupo defende que se vier uma chuva nos próximos dias, esta pode ficar mais danificada e criar um problema de saúde pública, visto que a água fica muito tempo estagnada no local e depois vai-se depositando no outro lado da praia, justamente onde as crianças costumam tomar banho.

“A Enseada d’Coral na Laginha é um Oceanário Natural e uma das paisagens mais belas da ilha e o último refúgio da vida marinha da Baía do Porto Grande. A construção da Cabnave destruiu a praia da Matiota e a expansão do areal da Laginha soterrou a comunidade coralina ali existente. Resta apenas a Enseada d’Coral, que para além do valor científico tem um enorme valor ecoturístico.

A enseada está a ser destruída, devido à implementação de um projeto, pela CMSV e com o consentimento do Governo, ignorando a legislação ambiental, os argumentos da comunidade científica e os protestos da sociedade civil, que incluí uma petição com mais de 7.500 assinaturas obtidas somente na ilha de São Vicente” escreve o grupo na sua página oficial, dizendo ainda que São Vicente também vai marchar, com o mundo inteiro, pelo ambiente – e CONTRA a destruição da Enseada de Corais.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.