CS Mindelense apresenta plantel para época 2019/20 com 28 atletas, com destaque para 10 caras novas

21/09/2019 18:10 - Modificado em 21/09/2019 18:10
| Comentários fechados em CS Mindelense apresenta plantel para época 2019/20 com 28 atletas, com destaque para 10 caras novas

O Clube Sportivo Mindelense, campeão regional e nacional, apresentou neste sábado, 21, no Estádio Municipal Adérito Sena, o seu plantel para a época 2019/20, com destaque para a presença de 10 elementos novos, com o intuito de “conquistar todos os títulos” em disputa nesta nova temporada.

A apresentação pública do plantel que vai defender os títulos conquistados na época passada (Torneio Abertura, Campeonato Regional, Taça de S. Vicente e Campeonato Nacional), levou dezenas de adeptos do clube e curiosos ao Municipal Adérito Sena. 

Ao todo a equipa apresentou 28 jogadores, destes somente Pibip (ausente na seleção de Residentes), não marcou presença. De resto o clube apresentou 10 caras novas, com destaque para cinco ex-Académica do Mindelo (guarda-redes Tóll, Ravy, Enzo, Ailton e Ângelo). Já o Batuque é a segunda equipa com mais provenientes, onde se destacam o defesa central Aí, o médio defensivo Darrin e o avançado Kévin.

Miká, ex-Salamansa, um dos destaques do último campeonato regional, onde foi um dos melhores marcadores da competição é também nota de destaque neste novo plantel, ao qual se juntam Gastão (ex-Ponta D´Pom) e Rafy (ex -Falcões do Norte).

No sector defensivo mantiveram-se no plantel os guarda-redes, Piduca e Pelode, os defesas Yuran, Bomba, Toy Adão, Torrode, Guga e Lela. Já no meio campo, Calú, Fredson, Lizender, Metcha, Duck, Ary e Makalele, são os repetentes. Por fim, no sector atacante da equipa, onde sofreu mais alterações o técnico Rui Leite, conta novamente apenas com Larry e Pibip. 

O treinador do Mindelense, Rui Leite, já com muitos anos a frente da equipa, ao NN, afirmou estar satisfeito com o plantel, e regozija-se pelo facto de o clube ter contratado jovens talentos da ilha, acreditando que possam vir trazer “algo de novo” para a equipa. Para alívio do técnico, a direção conseguiu manter a maioria dos jogadores da época passada, visto que, de época para época o Mindelense perde sempre muitos jogadores. “Isso é muito importante” elucidou.

De acordo com, Rui Leite, o objetivo passa por diminuir o plantel, porque em termos de orçamento não se pode ficar com todos, mas diz que seria importante manter todos. Em princípio vão-se manter no plantel 25 jogadores.

“O plantel do Mindelense nunca está fechado, porque como treinador queres sempre mais-valias, e uma equipa como é o Mindelense, que está em todas as frentes, precisamos de grandes jogadores, porque todas as provas onde nós entramos é com o objetivo claro de ganhar” vincou.

O treinador concluiu dizendo que o principal objetivo do clube passa por revalidar os títulos conquistados na época passada e juntar a Supertaça que tem fugido ao clube nas últimas duas épocas.

Por sua vez, o presidente do clube, Daniel Jesus, na mesma senda do que foi dito pelo treinador, congratulou-se pelo facto de terem conseguido manter no plantel a maioria dos jogadores que conquistaram o campeão nacional.

Refere que tiveram apenas a necessidade de recrutar alguns elementos de posições chaves, que a equipa tinha necessidade, isto com o intuito de tornar a equipa “mais competitiva”. “Sabemos que este vai ser um ano daqueles bem difícil, porque depois de conquistares o nacional, as exigências e responsabilidades aumentam, mas estamos trabalhando no sentido de fazermos igual ou melhor que na época passada. É claro que se conseguirmos, vamos ficar satisfeitos, mas claro que a ambição é de fazer o melhor” declarou o líder da direcção, que quer ganhar todos os títulos em discussão.

O médio defensivo, Darrin, ex-Batuque é uma das caras novas do plantel versão 2019/20, e como tal o jogador promete dar novo rumo à sua carreira, com muitas conquistas ao serviço do clube que considera ser o maior de Cabo Verde. “O objetivo é ganhar todos os títulos ao serviço do Mindelense e o Campeonato Nacional que é um sonho” referiu. 

O jogador acredita que estando no Mindelense, as portas da seleção nacional vão estar mais próximas de se abrirem. O mesmo explica isso, dizendo que o clube dá uma maior visibilidade aos jogadores, pela sua popularidade e sobretudo pela “muita ambição e seriedade” que reinam no clube da Rua de Praia.Nisto o jogador promete aos sócios, adeptos, equipa técnica e direção do clube que confiou nele, “muito trabalho e acima de tudo, retribuir com muitos títulos”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.