Andebol: Equipas cabo-verdianas já conhecem adversários da fase de grupos da Liga dos Campeões

20/09/2019 23:16 - Modificado em 20/09/2019 23:16

O sorteio da fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos de Andebol, realizado nesta sexta-feira, 20, no Niger, ditou que a equipa masculina do Atlético integrasse o grupo A, enquanto em feminino o sorteio determinou que a equipa mindelense ficasse no grupo B. Já o Desportivo da Praia, vice-campeão nacional em masculino integra o grupo B.

Está assim composto o quadro da primeira fase da maior prova de clubes do continente africano, que este ano se realiza de 03 a 14 outubro, no Polidesportivo Vavá Duarte, na Cidade da Praia.

A equipa masculina do Atlético, bicampeã nacional, faz parte do grupo A, onde terá como adversários, na edição 41 da Liga dos Campeões Africanos de Clubes, o Sporting Club (Egipto), Inter Clube (Angola), JSK (República Democrática do Congo) e Red Star (Costa do Marfim).

Já o Desportivo da Praia, o outro representante de Cabo Verde na prova, ficou-se pelo grupo B, onde está presente o actual campeão africano em título o Zamalek (Egipto), o Widad Smara (Marrocos), FAP (Camarões), e Etoile (República Democrática do Congo).

Já em femininos a equipa do Atlético, campeã nacional da modalidade, está inserida no grupo B, juntamente com o Petro Atlético (Angola), ABO Sport (República do Congo) e Evabuka (Costa do Marfim).

De realçar que este grupo é composto por somente quatro clubes, ao contrário do grupo A, que é composto pela campeã em título, o Primeiro de Agosto (Angola), DGSP (República do Congo), Heritage (Costa do Marfim) FAP (Camarões) e Bandama (Costa do Marfim).

Falta neste momento a Confederação Africana da modalidade divulgar o calendário dos jogos.

De destacar que o Atlético do Mindelo com poucos anos desde a sua criação, que data à época 2012/13, que tem dominado o Andebol em São Vicente, nos últimos anos, já conquistou em masculino quatro títulos de campeão nacional. Em femininos a equipa já conseguiu a proeza de levantar o troféu por três vezes.

O clube procura agora novos voos, desta feita na maior prova do continente africano em termos de clubes.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2019: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.