Empreendedorismo: Irmãos criam empresa de construção de embarcações de recreio e pesca na ilha de São Vicente

19/09/2019 14:09 - Modificado em 19/09/2019 14:09
| Comentários fechados em Empreendedorismo: Irmãos criam empresa de construção de embarcações de recreio e pesca na ilha de São Vicente

Willy e Denis dos Santos são dois irmãos empreendedores que estão a criar uma empresa de construção de embarcações de recreio e pesca na ilha de São Vicente. Neste momento estão a operar na antiga Oficinas Navais de São Vicente, ONAVE.

A empresa “WD Irmãos Art e Madeira” quer contribuir para a promoção de emprego na ilha. No momento o foco é terminar a segunda embarcação para que possam dar seguimento à empresa.

Este é um projeto que arrancou este ano, em meados de fevereiro. Segundo Willy dos Santos, o irmão Denis é quem possui o talento maior no ramo de construção naval e a ideia surge exatamente neste âmbito. Parar de trabalhar para outros e trilharem o próprio caminho.

“Um dia em conversa com o meu irmão, comentei que deveria investir em si mesmo em vez de ficar, por vezes, meses sem trabalhar, à espera de um dia de trabalho. Nesta sequência, perguntei-lhe quanto custava construir um bote, ele disse-me o montante e começamos a trabalhar no sentido de fazer um empréstimo no banco e começar a construir”, conta Willy dos Santos que diz que a primeira embarcação foi vendida ainda antes de terem terminado a sua construção. “Arriscamos sem ter certeza” declara.

Agora o foco é terminar uma segunda embarcação de pesca. A ideia é contruir barcos de recreio também. Expandir o lote de possibilidades com pequenas embarcações.

No entanto, diz que neste momento, estão à procura de compradores para a embarcação para poderem honrar as suas dívidas. “Para terminar esta segunda embarcação fizemos algumas dúvidas, mas acreditamos que já teremos um comprador para que possa desfrutar deste trabalho de boa qualidade”. 

Para expandir o negócio, conseguiram um terreno na localidade da Ribeira de Julião, onde possam trabalhar. Apesar das parcas condições que iniciaram, diz pretender, também, com este projeto contribuir para a promoção de emprego na ilha.

O objetivo é continuar para que futuramente, possam empregar jovens e também dar formação na área. “A construção naval no país tem potencial”, afirma este empreendedor, que garante a construção de qualquer barco de pequeno porte. Tanto para recreio, como para pesca.

Elvis Carvalho

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.