Faltam livros nas papelarias a poucos dias do início das aulas

19/09/2019 00:28 - Modificado em 19/09/2019 00:28
| Comentários fechados em Faltam livros nas papelarias a poucos dias do início das aulas

A poucos dias da abertura do ano escolar, pais e encarregados de educação estão preocupados com a falta de livros nas papelarias de São Vicente. A Diretora Nacional da Educação, Sofia Figueiredo, admite haver um problema de transporte e eventualmente falha de comunicação, mas garante que no início outubro a situação estará totalmente resolvida.

No entanto, em declarações à Radio Pública, Sofia Figueiredo adiantou que dos 40 títulos previstos para o novo ano escolar só estão disponíveis 36, em Santiago. Mas que a situação estará a ser resolvida para a ilha de São Vicente e para as outras ilhas.

“Num quadro de 40 títulos, 36 estão efetivamente disponíveis na ilha de Santiago na sua totalidade, e neste momento a FICASE, está a trabalhar esta semana no sentido de os colocar nas ilhas, particularmente em São Vicente, Fogo, Brava, Maio e Sal. Portanto é uma questão de logística a nível de transporte marítimo” explicou aquela responsável, frisando que em São Vicente, 26 desses 36 títulos já se encontram disponíveis nos serviços da FICASE. 

Para Sofia Figueiredo, provavelmente, pode-se estar perante um problema a nível de comunicação e de procura se há disponibilidade. “Nós contamos, no início de outubro, na primeira ou segunda semana, ter os quatro títulos já disponíveis para venda, que são os restantes” elucidou a DNE, citada pela mesma fonte.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2021: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.